Marcha para Brasília: o resultado.

“O fracasso quebra as almas pequenas e engrandece as grandes,

assim como o vento apaga a vela e atiça o fogo da floresta.”

Benjamin Franklin.

 

A gente nunca sabe se uma ação que temos vai resultar naquilo que esperamos, no entanto, como diz Gandhi, se não tentamos não teremos como saber.

Infelizmente, o evento programado não teve a adesão esperada e a avaliação é preciso ser feita.

Será que foi por causa do feriado? De não ter tido a adesão de entidades sindicais e estudantis? Por ter sido um tempo nublado? Nenhum parlamentar ter aderido interferiu na visibilidade?

Muitas questões se interpõem naquilo em que nos propomos a fazer, mas mesmo que nossas ações não alcancem o resultado esperado, o fato é que nossas ideias foram lançadas ao vento e podem a vir a semear logo mais adiante de uma forma que nem nós mesmos esperávamos.

Como podemos ver, o maior fracasso é nada ter feito em busca da vitória, em busca de concretizar nossos sonhos.

Com certeza, eu dei o primeiro passo, certamente outros virão, quem desanima no primeiro passo nunca chega a ver a paisagem por cima da montanha.

fabiobritosucessoefracasso

Eu, definitivamente, não posso estar triste com o resultado do primeiro passo dado, pois, com ele, eu me retiro do rol dos COVARDES que não buscam enfrentar de frente os problemas que encontram pelo caminho, mesmo que saibam, de antemão, que a probabilidade maior, será a derrota ao final.

O desafio presente continua, devolver a nosso país a DEMOCRACIA, que neste momento representa o respeito à CONSTITUIÇÃO e o retorno de nossa presidenta Dilma ao governo.

Outros desafios virão, e precisamos encarar cada um com a mesma coragem e com mais vigor.

Um agradecimento especial a todas as pessoas que compartilharam o texto da Marcha, até hoje foram 52 mil compartilhamentos, e isto, por si só, mostra que mesmo as coisas não tendo saído como o esperado, nada pode ser considerado perdido.

Apenas começamos algo e até esta flor florescer e poderá levar mais tempo do que gostaríamos, mas devemos ter paciência com a natureza das coisas.

Um abraço carinhoso a todos(as).

Fábio Brito, Brasília-DF.

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s