Arquivo da tag: Gilmar Mendes

Brasil: Um país por fazer!!!

“Não espere por líderes, faça você mesmo, pessoa por pessoa”

e verás que o resultado que esperavas, está, agora,

diante de seus olhos.

Madre Teresa de Calcutá e Fábio Brito.

 

 

A esquerda não aprende com seus erros, infelizmente!

Muitos companheiros não admitem críticas. Consideram que quem critica alguém da esquerda é um “quinta coluna” e, por isto, ao agir assim, a esquerda estará, para sempre condenada, ou a agir ditatorialmente, ou a repetir os mesmos erros, levando bordoada pelas costas, ao invés de ter o controle confortável de uma determinada sociedade, pois que seus ideais abrangem, ao menos, os desejos de 80% de qualquer país.

Contra críticas há um remédio infalível: respostas com “argumentos” críveis, mas, ao invés disto, para pessoas que não tem conhecimento, não estão acostumados ao debate, ou, simplesmente, não são democráticas, apesar de se definirem “do lado certo da humanidade”, é mais fácil desqualificar a pessoa que apresenta uma tese contrária às ideias contidas em seu pequeno mundo de fantasia, onde, ao lado das esquerdas só existem coisas boas, gente abnegada e santa.

As estratégias usadas por várias pessoas quando uma crítica apresentada põe em xeque seu modo de pensar e agir, e a retira, consequentemente, de seu modo preguiçoso e confortável de se portar diante do mundo são várias:

Algumas pessoas tentam desqualificar a mesma, admitindo ser até simpática ao questionamento proposto, mas que o mesmo não está sendo feito no tempo ou da forma correta, e, se o mesmo for levado adiante, irá enfraquecer todo o grupo e dispersar forças necessárias e que deveriam ser canalizadas a uma outra situação. Ao final nada se discute e se mantém a postura anterior.

Em outra situação,alega-se que não se encontram “no fórum” adequado ou que a simples divulgação de uma determinada crítica irá estabelecer a divisão e dispersão de parte do grupo e enfraquecer “a causa” que os une.

Criticar uma crítica alegando que a pessoa que critica não aceita críticas, é outra forma de se tentar desqualificar a crítica,por mais absurda que se possa entender esta atitude tortuosa.

MahatmaGandhi-Luz

A crítica bem fundamentada,no entanto, é um fator de alerta sobre o destino que vai nos levar uma atitude errada, que pode trazer consequências que não esperávamos e que não havíamos percebido antes, no entanto, quando estamos no calor de uma determinada situação, é muito difícil percebermos que estamos a agir errado.

A melhor forma de agirmos diante de uma crítica é estarmos aberto a elas e preparados sobre o assunto que se propõe a nós, admitindo que nossas ideias e conceitos não são os únicos, os melhores e que os mesmos podem ser melhorados com a forma de pensar e agir que uma outra pessoa tem, porque, este, afinal, é o modo democrático de agir, aceitar a opinião de outras pessoas, mesmo que, num primeiro momento, esta pareça absurda ou inexequível, parando um momento para refletir sobre a mesma e adotando-a em parte ou no todo, para que possamos aperfeiçoar e obter sucesso naquilo a que nos dedicamos.

MahatmaGandhi-Esforço

Quem representa ao menos 80% de uma população não tem a menor condição de passar pelo que passamos no Brasil neste momento, por isto, eu não defendo nenhuma das proposições que estão postas para se resolver a grave situação política, como se alguma delas fossem resolver os problemas históricos e seculares que nosso país tem.

Todas as propostas apresentadas para resolver o problema político que vemos no Brasil hoje, e que a cada dia se aprofunda mais, são apenas “soluções” paliativas, que visam, novamente, a esconder o problema principal. Irão apenas esconder a chama, mas, no entanto, quando uma leve brisa passar por esta chama, o país poderá se incendiar de vez e podemos não encontrar mais o nosso caminho de volta para casa.

ELEIÇÃO INDIRETA

Uma “eleição indireta” será considerada, por toda a população, apenas como um GOLPE 2.0, onde um agrupamento de políticos substituirá outro no comando do país, no intuito de aprofundar as reformas neoliberais que Washington dita aos nossos nobres parlamentares, comprados sob medida, para levar ao esfacelamento de nossas fronteiras e sacramentar a divisão do Brasil, embora a inteligência dos mesmos não lhes permita antever quais os reais interesses que estão movendo as suas cordas. Quando os fantoches do dinheiro sujo estadunidense e empresarial acordarem, nosso país só restará como lembrança em livros de história esquecidos e amarelados em prateleiras.

Além do mais, como se faria esta eleição indireta? Temer pediria ao Congresso para fazê-la? Não parece ser inteligente esta ideia.

A outra possibilidade de haver eleição indireta seria a cassação da chapa Dilma Temer, o que resultaria na condenação da Presidenta Dilma, será que existe alguém desejando que isto aconteça de verdade?

ImpeachmentDeputados

ELEIÇÕES DIRETAS JÁ

Ainda que esta seja uma opção melhor que a anterior, eleição indireta realizada por um Congresso comprovadamente corrupto e comprado por financiamento privado de empresas, esta opção teria que ser realizada para os cargos executivos e para os legislativos de todo o país, presidente, governadores deputados estaduais e federais e senadores.

Uma eleição direta apenas para presidente, ou mesmo para deputados federais e senadores, não resolverá o problema, uma vez que os golpistas de ontem, e que derrubaram a presidente DILMA, continuariam no Congresso e com os mesmos interesses em dificultar a governabilidade do país, porque, afinal, quanto pior for o desempenho do governo, sendo ele de esquerda, melhor para toda a laia golpista que infesta o país.

Um outro problema que teríamos com uma eleição direta, seja ela ampla para todos os cargos citados acima ou apenas para Planalto, seria a legitimidade da mesma, ou alguém acredita que estas eleições em urnas eletrônicas já não estão sendo fraudadas há tempos??? Recordem que o presidente do TSE que levaria a mesma adiante é o Sr. GILMAR MENDES, um dos principais responsáveis pela blindagem do PSDB na justiça brasileira e protetor de criminosos e corruptos de grande cepa.

GilmarSilencio1

Uma eleição, como as brasileiras tem sido, onde não se pode recontar votos na forma mecânica, com o voto impresso nas urnas eletrônicas, será uma eleição com resultado pautado no “que o juiz disser que foi” e nada mais poderá ser discutido, e, convenhamos, um país como o Brasil, como o momento atual mostra, não pode mais ter uma eleição “apenas para constar”, sem a certeza de que o seu resultado reflete a exata opinião de seu povo. Se esta eleição nova tiver um resultado apertado como a última foi a celeuma irá continuar mais grave ainda, com nenhum dos lados aceitando o resultado.

É bom que se recorde que este povo tem sido heroico na resistência ao enorme aparato que a direita, juntamente com a elite, tem sob seu controle, e tem dado vitórias expressivas à esquerda. O povo brasileiro é bombardeado diuturnamente com notícias falsas de nossa grande imprensa, que funciona como a parabólica do ex Ministro da Fazenda de Itamar Franco, Rubens Ricupero, mostra aquilo que é bom para a direita, a elite brasileira e seus empresários corruptores e desce a madeira nos partidos de esquerda, escondendo as notícias boas que ocorrem em seus governos e mostrando as ruins ou mesmo as inventando.

Sem que haja uma mudança imediata na justiça eleitoral brasileira, onde se possa averiguar a “posteriori”, os votos que cada eleitor deu para seu candidato, através da impressão “in loco” de seu voto, todas as eleições que houverem no Brasil, de agora em diante, carregarão a suspeita de fraude, uma vez que a justiça brasileira está enodoada pela ação deletéria do STF diante do GOLPE, perpetrado contra uma Presidenta honesta, por um grupo de bandidos.

ANULAÇÃO DO GOLPE PELO STF

Esta seria a melhor opção de todas as outras, anulava-se o golpe, a Presidenta Dilma seria reempossada e buscaria completar seu mandato, pois para isto foi eleita.

Acontece que ela teria que negociar com o mesmo Congresso recheados de parlamentares, dos melhores que o poder do dinheiro pode comprar, e que a colocaram para fora. Teria que negociar com os mesmos bandidos corruptos que lhe negaram o direito conferido pelo povo de governar o país. Esta, para você, é uma boa saída?

ASSEMBLEIA CONSTITUINTE

Uma Assembleia Constituinte presume que parlamentares seriam eleitos para fazer uma nova constituição.

A questão aqui seria a mesma de se eleger um novo Congresso sem a garantia do voto impresso e que estes votos representariam a vontade do povo, depois, que estes deputados não iriam representar as empresas e a elite nacional, em detrimento dos interesses de nosso povo, uma vez que o financiamento destes deputados ou o tempo dado a eles através de nossa mídia criminosa e as demais estruturas que temos hoje em nosso país, deixam em grande desvantagem o campo popular, ou seja, de nada adiantaria uma CONSTITUINTE sem que possamos equilibrar ou “ajustar” o real poder de forças que represente os reais interesses do povo brasileiro.

Qual o sentido de escolhermos uma Assembleia Constituinte onde a nossa elite, criminosa e apátrida, irá colocar seus representantes na maioria dos postos disponíveis, justamente para que venham a garantir seus privilégios hediondos, injustos e medievais?

bolsonaroImpeachment1

ASSEMBLEIA NACIONAL POPULAR CONSTITUINTE

O que seria uma Assembleia Nacional “Popular” Constituinte?

Ao contrário da simples “Assembleia Constituinte” onde pessoas seriam eleitas para fazer uma nova Constituição, a Assembleia Nacional “Popular” Constituinte, não seria eleita, mas sim formada por todos da população brasileira, cada cidadão, que teria como sugerir leis para regular o seu país em busca de uma vida mais justa para si mesmo.

Esta Assembleia seria formada por todos os cidadãos que tenham interesse em participar e influir nas leis que regerão nosso país.

Entidades sociais, sindicatos e centrais sindicais, entidades estudantis, MST, MTST, entidades trabalhistas como OAB, CREA, APEOESP, APLB e outros, ajudariam a organizar as propostas para que fossem sintetizadas e discutidas dentro do meio das esquerdas, para que retirássemos, ao final, um texto constitucional que abrangesse toda a nossa população e permitisse corrigir erros seculares que encontramos no Brasil hoje.

Dentre as questões que poderíamos incluir na nova Carta Magna, poderíamos ter o “imposto sobre grandes fortunas”, imposto progressivo sobre herança, teto salarial máximo, não só para a esfera pública, como, também, para empresas privadas, através do estabelecimento de limites entre o menor e o maior salário de uma empresa, por exemplo.

Imagine que se defina que a diferença entre o menor e o maior salário de uma empresa, considerando todas as vantagens e adicionais de salário, como auxílio moradia, automóvel, auxílio combustível, auxílio creche/escola, e outros, ficassem no limite de até “dez salários mínimos”, isto significaria que se a pessoa que trabalha na limpeza recebe R$ 937,00, o salário maior desta empresa seria de R$ 9.370,00, simples assim, e para que seu presidente ganhe 93.700,00 teria que pagar 9.370,00 para o ajudante de limpeza.

Leis como estas reduziriam drasticamente a enorme disparidade social e econômica que impera em nosso país.

Uma Assembleia Popular poderia chegar a um entendimento de que, o “direito de herança”, que é um dos fatores principais da manutenção das desigualdades no Brasil e em qualquer país, mundo afora, deva ser taxado de forma progressiva até um patamar de 90% do valor total deixado por uma pessoa qualquer e que os recursos arrecadados através desta taxação, devam ser direcionados para a área da Educação, que passaria a ser exclusividade do Estado e que esta seria gratuita para todos os cidadãos.

Desta forma, o fim da educação paga, pode ser uma das conclusões a que pode chegar esta Assembleia, bem como, o fim de bancos privados, que contraria a existência do próprio sistema capitalista,  na medida em que o sistema bancário,voltado para o lucro e acumulação sem limites de riquezas nas mãos de poucos, acaba por diminuir o desenvolvimento de um determinado país, como acontece no Brasil neste momento, e as recentes crises nos mostraram que é o que deve acontecer cada vez com mais frequência.

Ela poderia definir, por exemplo que, no Brasil, exista apenas bancos estatais, onde atuariam a Caixa Econômica Federal, o Banco do Brasil e o Banco Postal, independente do BB. Os demais bancos existentes no país poderiam ser incorporados por estes três.

A saúde, igualmente como a Educação, poderia ser totalmente estatal.

Discute-se os sistemas Capitalista e Comunista como se a humanidade não conseguisse criar nenhuma outra alternativa a estes dois modelos, no entanto, uma Assembleia “Popular”, poderia definir um sistema no meio termo dos dois, onde, nem o capital teria a ascendência e o poder sobre a vidas das pessoas como tem, por exemplo, numa empresa, nem o Estado, que pode estar controlado por pessoas “inadequadas” por alguns momentos.

AssembleiaConstituinteFrancesa

Hoje, com um STF recheado de criminosos, esta esfera de poder da república, considerou que a definição constitucional de TETO SALARIAL não tem sentido e não deve ser respeitada, autorizando, com isso, supersalários na esfera pública. Depois do GOLPE, agora, outra vez, vemos que não existe mais Constituição no Brasil, e ainda dizem que o STF existe para proteger a mesma.

Seja como for, de todas as situações propostas para nosso país, a que parece ser a que resolveria problemas seculares de disparidade social e de renda, causas do fosso avassalador entre as pessoas mais ricas e as mais pobres que observamos ainda hoje, em pleno século 21, e que, a continuar neste ritmo, irá aumentar ainda mais, é a proposta de Assembleia Nacional Popular Constituinte.

Após o campo da esquerda chegar a uma definição sobre qual o melhor conjunto de leis para o nosso país, esta seria colocada em votação para ser adotada como nossa nova Carta Magna e aí teríamos um país regulado de forma a dar condições a todos os cidadãos a uma vida mais justa e menos sofrida, valorizando o trabalho e a contribuição que cada um é capaz de oferecer.

Esta Assembleia “Popular”, no entanto, é de difícil articulação e execução, e exigirá tempo, paciência e dedicação, principalmente quando consideramos que a esquerda perdeu, nestes últimos anos, a penetração popular que detinha antes e isto exigirá que reaprendamos a “conversar com o povo” a falar a língua dele, pois, como o próprio LULA costuma dizer, “O povo não é o problema, é a solução”. Então que nos convençamos, de uma vez por todas deste fato, e nos voltemos a este povo para saber dele o que deseja que o seu país faça para que sua vida seja melhor.

A questão maior que se impõe a cada um de nós, além de enxergarmos a proposta de uma Assembleia Constituinte “Popular”, como a proposta que virá a nos dar, verdadeiramente, a possibilidade de vencermos os problemas seculares que temos em nosso país, é a disposição da esquerda em levá-la, corajosamente, adiante, uma vez que, mesmo quando LULA possuía formidáveis 87% de aprovação popular, e mesmo tendo estado 13 anos no governo do país, nossa esquerda não conseguiu uma forma de superar a forma anacrônica de se fazer política em nosso país e chegar junto à sua população para que, naquele momento de maior aprovação popular, fizéssemos as reformas que o nosso povo tanto anseia e merece.

Se o PT e as esquerdas do país não fizeram as mudanças que o Brasil precisava, em seu melhor momento, terá coragem de buscar o povo brasileiro agora, que não tem o governo nas mãos e sofre uma perseguição implacável da “justiça” em busca de inviabilizá-lo eleitoralmente???

Poderá LULA, se eleito for em 2018, ou nas DIRETAS JÁ, que se busca agora para um mandato “tampão” entre 2017 e 2018, executar as reformas que temos necessidade, negociando com este ou com um congresso de corruptos renovado???

PTPergunta

Esperemos que a esquerda brasileira e. inclusive, LULA, escutem, analisem e entendam, que a única saída para o Brasil, diante da grave crise que esta elite nefanda, apátrida e criminosa nos impôs, que o, “O povo não é o problema, é a solução”. e o procure para saber qual a saída que ele deseja, e, desta vez, busque implementar as ações que, verdadeiramente, venham a resolver os problemas que nos inviabilizam como nação do “presente” muito mais que uma nação de “futuro” que permanece presa aos grilhões da idade média, através de uma vida sem esperanças de dias melhores, porque as pessoas da esquerda que defendem os ideais que nosso povo aprova, não tem a coragem de dar o primeiro passo para implementá-las.

Esperemos, por fim, que como num destes milagres maravilhosos que a vida nos brinda de vez em quando, e que nos dá forças para acreditar que VALE A PENA A LUTA, que existe esperança na humanidade, uma luz ilumine nossos líderes e os militantes de nossa esquerda brasileira, e todos nós, juntos, nos levantemos contra as forças de opressão que se abate contra cada um de nós para dar um basta definitivo a tudo isto.

Em 1947, após um homem ter se levantado contra o maior império de todos os tempos, a Índia conseguiu sua independência.

Em 1959, a 01/01, uma pequena ilha se libertava de uma ditadura sanguinária, que mantinha seu país subserviente aos ditames do maior país terrorista que já conhecemos, os EUA, e se mantém livre do jugo que aprisionava e oprimia seu povo até hoje, mesmo diante de um bloqueio marítimo e comercial feroz e criminoso.

Não posso acreditar que o Brasil seja menor que qualquer destes países. Não posso crer que nosso povo, nossos líderes de esquerda e as pessoas conscientes e de sensibilidade que habitam em nosso território, sejam menos capazes do que eles foram, para libertar nosso país das forças da opressão.

Acredito em Tupã, em Deus, em Alah, em Buda, Krishna e em todos os que tombaram durante a ditadura de 1964 e lutavam por um país melhor e mais justo que nós, também, conseguiremos. Tenhamos fé.

 

A caminho, então, meu povo que a tarefa que nos aguarda é árdua, e, como diz a sabedoria oriental: “um caminho de mil quilômetros começa com o primeiro passo.”

 

Um abraço a todos os que lutam com a certeza da justiça à frente, a fraternidade no coração e o sorriso no rosto.

 

O mundo é aquilo que fazemos dele. O futuro é o que construímos.

 

Fábio Brito, Santa Catarina, Brasil.

CheGuevaraPesadelo

O Banho de Sangue que se Avizinha!!!

“Todo mundo pensa em mudar o mundo,

mas ninguém pensa em mudar a si mesmo.”

Leon Tolstoi.

 

 

Este texto é, originalmente, uma resposta a um comentário a um primo em minha TL do facebook, mas aglutina as informações que tenho e a observação do que acontece, neste momento, em meu país.

CiroPlanoBdosEUA

 

Primo, apenas divulguei uma matéria de um blog que leio, meu único comentário foi no sentido de que ele já está em campanha porque É CANDIDATO para as eleições em 2018 porque, ELE PRÓPRIO JÁ LUTA POR ISTO, será que estou errado?

Você estuda as leis, é um advogado, será que não percebeu que não temos mais constituição depois do GOLPE???

Que o STF é apenas, mais um instrumento de legalização das arbitrariedades?

Ou, por um acaso, andas no PAÍS DAS MARAVILHAS em que as instituições estão funcionando perfeitamente e os aviões que caem, com grandes personalidades dentro, fazem parte das coincidências da vida?

Teori Zavascki e Eduardo Campos morreram em acidente?

Tudo bem, podes continuar acreditando nisto.

O advogado do PCC na SUPREMA CORTE é delírio meu? Eles, GILMAR MENDES, ALEXANDRE MORAES “et caterva” são impolutos???

STF

Não amigo, o país onde você nasceu, sinto muito lhe informar, não existe mais, e a aparente divisão dos promotores do GOLPE, nada mais é, que a CIZÂNIA que terminará em fatiar este país em vários estados independentes, para que os EUA o inviabilizem de uma vez por todas e, assim, possam retirar o Brasil do seu rol de problemas a resolver.

Acontece que os nobres líderes brasileiros estão muito “em cima” do problema e isto está atrapalhando a análise sobre o mesmo devido a cortina de poeira que se lançou, propositalmente, para encobrir as verdadeiras intenções de WASHINGTON. Quando a fumaça se dispersar, será tarde demais, e “GUERRA CIVIL” será um nome carinhoso ao que se dará a seguir.

ELEIÇÕES DIRETAS OU ELEIÇÕES GERAIS não irão resolver os problemas que os vendilhões da pátria nos meteram!

Ou você é daqueles românticos do direito que acredita que as urnas eletrônicas não estão sendo fraudadas há tempos com “estes senhores da lei” que temos??? Infelizmente, nossa “justiça” está infestada de ratos criminosos que elaboram suas sentenças de acordo com a cor do dinheiro, devendo estar, mesmo, à frente do Congresso Nacional, quando nos referimos à CORRUPÇÃO, sendo que a punição desta CASTA DE DEUSES é a aposentadoria compulsória com vencimentos integrais, quando pegos com a “boca na botija”.

Desculpe-me te informar mas GILMAR MENDES, presidente do TSE, É UM CRIMINOSO PERIGOSÍSSIMO e que tem grande poder nas mãos, logo, nem eleições diretas, mesmo sendo aprovada no parlamento, resolverá, uma vez que ele poderá fraudar as eleições. Ele não faria isto? Pode continuar acreditando em duendes primo, papai Noel e fadinhas também, afinal, ser crédulo não é o maior dos defeitos, ser omisso quando o inferno desce para toda a nação “pobre” brasileira, também não, aliás, hoje, até mesmo criminosos e juízes que destroem o país a serviço de forças alienígenas, podem se tornar HEROIS quando isto interessa a nossa mídia, “take it easy”.

GilmarMendesProtetor1

LULA será eleito? Mesmo que não seja encarcerado, com ou “sem provas”, duvido! Mas se o for, continuará com um governo “inviabilizado” pela elite bandida deste país, a quem não interessa mais retornar ao jogo democrático, a não ser que todos os crimes que tenham feito antes, durante, e venham a praticar depois (cujo acerto “em nome da governabilidade” será fazer vistas grossas a eles).

Infelizmente o grupo a que pertenço, a esquerda, não consegue visualizar que este GOLPE não foi efetivado, apenas, para a troca de comando de um grupo político com apoio popular e que defende a INCLUSÃO, para outro que defende a EXCLUSÃO, para manter intocados os seus PRIVILÉGIOS e sua OPULÊNCIA, em detrimento do sofrimento dos demais que sustentam este país com seu trabalho.

Este GOLPE foi planejado para dividir o Brasil, quebrar suas fronteiras e fazer vários outros países menores e com menos condições de fazer frente a Washington. Todos subalternos a seus interesses.

Ciro Gomes apenas faz parte deste cenário, é o “PLANO B” de Washington, não acredito que ele tenha boas intenções e que seja um bom moço. Ele sabe das intenções do IMPÉRIO e é, apenas, o plano B dos isteites. Você irá votar nele? Defende ele como opção a LULA porque o operário sem dedo e que fala errado não seria a melhor opção? Tudo bem, cada um tem sua opinião.

CiroSorri1

Também considero que o momento de LULA e DILMA já passaram. Se houver eleição, não sei se votaria neles, aliás, não sei se votarei em alguém, mantidas as estruturas que nos aprisiona a uma MATRIX que não enxergamos que está a nos MOER como seres humanos e nos faz “produtos” descartáveis, cuja única serventia é manter as engrenagens funcionando para 1% sorrirem felizes enquanto caminha sobre nós.

Eu, particularmente, defendo a realização de uma ASSEMBLEIA NACIONAL “POPULAR” CONSTITUINTE. Talvez, e muito provavelmente, seja a única opção real que temos para resolver nossos problemas.

O “popular” está em destaque porque não creio que um país “sem constituição” (ela foi rasgada, lembra-se?), com um congresso eleito com patrocínio de grandes empresas, recheados de bandidos, e um SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, omisso e dominado pelo CRIME ORGANIZADO, presente fisicamente através de seus representantes como ministros desta corte ou pelo acovardamento dos demais, que temem o mesmo destino do TEORI ZAVASCKI e que preferem se ocupar em LEGALIZAR seus “penduricalhos” que os fazem receber, imoralmente, grandes fortunas ACIMA DO TETO CONSTITUCIONAL, possa, através destas instituições, resolver o problema em que o jogaram.

Uma presidente eleita por sua população, sem crimes, foi DEPOSTA, e toda a violência que está por vir, a seguir o curso que estamos seguindo, será algo “nunca antes visto neste país”, um verdadeiro banho de sangue, uma carnificina.

DilmaDeposta

 

Os vendilhões da pátria, agora, se engalfinham entre si, na tentativa de assegurar a fatia maior do butim, mas o que acontece entre eles é apenas o reflexo do real interesse do IMPÉRIO DO NORTE, que está a comandar esta turma de FANTOCHES traidores da pátria, ladeados pelos omissos e os espertalhões, que apenas observam a banda passar e manipula nos bastidores na intenção de juntar as sobras e aumentar sua influência para galgar ao posto maior de um país que só existe em suas lembranças de infância e jamais será o que foi antes desta aventura golpista.

A solução ao Brasil é estabelecer o debate com a sua população e a verdadeira responsável pela grandeza de nossa nação.

Somente esta população poderá dizer o que seria melhor para ela. Se aceita um regime de semi escravidão, representado pela perdas de direitos e a terceirização, que está sendo implementada neste momento pela elite retrógrada, apátrida, escravocrata e criminosa de nosso país, ou se deseja tomar em suas mãos a tarefa de fazer um país, verdadeiramente justo, que proteja seus cidadãos e onde todos sejam, agora, tratados como iguais.

Caso opte por esta opção, o caminho é cada um de nós discutir a nova Carta Magna, que irá nortear nossos rumos daqui para a frente.

Discutir uma nova Constituição com nosso povo o fará despertar qualitativamente para a política, fará com que, cada um, perceba que é importante e decisivo a tudo que lhe ocorre e a nosso país.

Discutir uma nova Constituição poderá resolver, de uma vez por todas, os problemas seculares que enfrentamos e que tiveram início nos primórdios de nossa colonização, onde uma casta de pessoas de “SANGUE AZUL” se arroga senhora dos destinos da patuleia pauperizada por um sistema cruel e insano, que promete piorar mais para impedir que os que servem ao poder, sequer levantem suas cabeças para questionar os que se servem dele.

Estabelecer o diálogo com nossa população, facilitando a ela a possibilidade de intervir nos seus próprios destinos, ao elaborar as leis que irão definir o funcionamento do Estado a que pertencem, parece ser a ÚNICA SOLUÇÃO.

No entanto, até mesmo as pessoas que deveriam estar defendendo esta saída, não se apercebem que, trazer os criminosos que sempre comandaram o país e sempre o usaram para o seu deleite, para o nosso campo de luta, é a opção correta. Muitos defendem “eleições diretas”, outros “eleições gerais”, e alguns outros, “anulação do golpe pelo STF” e o retorno de nossa presidenta, eleita por seu povo, ao comando do país.

Infelizmente, nenhuma destas “soluções” nos levará à pacificação do país que, mesmo que uma delas seja implementada e momentaneamente nos dê alguns dias de paz, a chama que estará oculta, poderá incendiar todo o país com o soprar de uma leve brisa, pois as dores de nosso povo está latente e a ferida do GOLPE sensível em sua cicatriz recente.

Um dos maiores representantes deste futuro sombrio que se avizinha, é o Sr. JAIR BOLSONARO, pessoa que muitos riem dele mas que, em breve, pretende incendiar o país, assim como Hitler fez com a Alemanha nazista.

BolsonaroPresidente1

As esquerdas não conseguem enxergar o rumo que o país está tomando, da mesma forma que não acreditaram que haveria um GOLPE no país que foi anunciado, programado e viabilizado, primeiro em 2005, com a estória do MENSALÃO, depois com as jornadas de junho de 2013, cuja “justificativa” eram R$ 0,20 em aumento de passagens de ônibus.

As esquerdas, seus parlamentares, dirigentes e militantes, a continuar com a leitura que fazem sobre o que acontece no Brasil, por estas linhas, infelizmente, “NÃO VERÁS PAÍS NENHUM” muito em breve.

O banho de sangue que se avizinha, a carnificina que se promoverá, será de responsabilidade de cada um de nós.

Enquanto brincamos de “DELAÇÃO PREMIADA”, Washington delineou para nós, a “DESTRUIÇÃO PREMIADA”, onde, qualquer cidadão que ajude a destruir nosso país, através da traição a sua própria pátria, será premiado com as vistas grossas dos EUA sobre os mal feitos praticados, podendo viver nos Estados Unidos com o produto do roubo de nossa nação, e aceitará todos os pedidos de asilo que lhe sejam feitos, vindos de pessoas que ajudaram em nossa inviabilização como país. Joesley FRIBOI, foi apenas o primeiro a topar o novo jogo proposto, virão mais.

O esfacelamento de nosso país, o único país do mundo que NUNCA promoveu uma guerra sequer contra país algum, será de nossa responsabilidade, sejamos de esquerda, direita, de centro, ou apenas omissos e espertos que, como rêmoras, vivem subalternos dos tubarões e esperam os despojos dos demais para poder abocanhar mais poder.

Mudar é difícil, pergunte a qualquer PSICOLOGO que ele dirá que as pessoas demoram uma eternidade até poderem mudar seus hábitos, agindo feito animais paralisados diante do perigo iminente, sem saber como agir ou para onde ir quando a morte vem a seu encontro.

Em meus textos tenho tentado alertar as pessoas do perigo iminente que se avizinha a nós, tentarei manter as esperanças até meu último fio de vida, mas sou apenas uma andorinha e os resultados que tenho obtido, infelizmente, são desanimadores.

Dizem que “uma andorinha só não faz verão”, em minhas reflexões acerca da vida, o que me traz alento é que, mesmo que não haja andorinhas, o verão sempre chega.

 

Um abraço do seu primo.

 

Fábio Brito, Santa Catarina, Brasil.

#AssembleiaNacionalPopularConstituinte

 

 

 

 

 

 

 

“Os dias eram (???) assim”!!!

“Temos que nos tornar a mudança que queremos ver no mundo.”

Mahatma Ghandi.

O GOLPE segue seu curso normal com a deposição de TEMER e a eleição indireta de alguém, ou do PSDB ou do JUDICIÁRIO, para dar continuidade ao mesmo. Especula-se entre FHC, Meirelles, Carmen Lúcia (STF), Joaquim Barbosa, ex ministro do STF volta a aparecer nas manchetes.

O cronograma do GOLPE, no entanto,  foi drasticamente acelerado, a ponto de não se esperar o resultado da implementação das “reformas” devido, a fatos muito mais graves que estes do caso TEMER/AÉCIO estarem em poder do JUDICIÁRIO.

Especula-se que as investigações estejam atingindo muitos membros do judiciário como Alexandre de Moraes (STF), Gilmar Mendes (STF/TSE), este flagrado em conversas com o GÂNGSTER AÉCIO NEVES articulando ações políticas, e o procurador Ângelo Goulart Vilela, preso na manhã de quinta feira pela Polícia Federal (PF). Foi solicitada, também, a prisão preventiva do advogado Willer Tomaz, advogado da JBS.

Desta forma, é mais que natural que a REDE GLOBO, queira derrubar com um IPPON, o FANTOCHE que colocou para substituir DILMA, para que não perca a possibilidade de influir na decisão do substituto de TEMER por via indireta e poder continuar saqueando o país e dando cobertura aos criminosos de sempre, seus aliados.

A delação de Joesley data de MARÇO, e, com certeza, desde esta época eles estavam represando as notícias para terem tempo de armar o circo de acordo com os seus interesses. Ao não conseguir mais manter o sigilo da delação dos irmãos FRIBOI, a GLOBO decidiu rifar o seu comparsa de primeira hora no GOLPE.

Michel Temer não tem mais “hipótese”, como diriam nossos irmãos portugueses.

A Globo, então, a partir de suas ações com o caso TEMER, acredita que não somente “os dias eram assim” mas, e principalmente, que eles podem continuar assim indefinidamente e enquanto os seus donos desejarem.

GloboFimrecadoglobo

É neste contexto que devemos ver, não somente a sofreguidão a que a GLOBO se entrega na tentativa de derrubar Temer, mas, também, na sua busca desenfreada de manter em suas mãos a escolha do sucessor de seu fantoche favorito.

Com a queda de Dilma, a Globo retomou, para suas mãos, um PODER que há muito havia perdido com a ascensão de Lula, Dilma e o PT, e, agora que havia retomado o mesmo com o GOLPE que promoveu, o grupo não pretende largar o osso.

O aumento das verbas publicitárias, agora  para comprar editoriais favoráveis ao governo, foi vertiginoso, e a nossa imprensa que se dedicava a destruir os governos petistas, abandonaram essa modalidade desportiva e passaram a adotar a adulação ao Governo Federal, porque, afinal de contas, “a notícia tem seu preço” e o importante é encher o caixa, principalmente nesses dias de “crise”.

Podemos enxergar algumas situações nas ações da REDE GLOBO:

  1. Tentativa de mostrar-se isenta e imparcial ao buscar a destruição de Temer, e não somente do LULA, como acontecia;
  2. Busca de mostrar que a justiça brasileira não está perseguindo Lula e está agindo com correção contra todos os políticos, seja de que lado estejam, e isto JUSTIFICA sua condenação e prisão por SÉRGIO MORO;
  3. Manipulação dos militantes e organizações de esquerda que tem em Temer o mal maior do momento, devido as “reformas” danosas ao país e toda a sua população, incentivando-os a sair às ruas para ajudar a GLOBO a depor Temer e, com isso, auxiliá-la a colocar outro FANTOCHE no lugar rapidamente;

O fato, que salta aos olhos, é que a direita brasileira está confusa e dividida por algo muito maior e muito mais grave que, certamente, está acontecendo nos bastidores e que não nos é possível saber ainda, pois tanto quanto esta delação de joesley, feita em março e somente agora divulgada, outras notícias tão avassaladoras estão sendo escondidas e logo deverão vir à tona.

No entanto, outra questão se faz pertinente abordar com o escândalo Temer/Aécio: Como pôde o PT não saber quem era Michel temer e tê-lo aceito como vice de Dilma? O PT irá continuar a ceder a vaga de vice por conta de conchavos políticos ou irá aprender algo deste imbróglio em que se meteu e envolveu o país?

LaoTzuPensamento

Ao observarmos a última eleição para prefeitos, nos parece que em nada o PT aprendeu com os problemas que enfrenta, que, não só o retirou do comando do país, mas nos mergulha numa crise sem precedentes, que leva milhões a sofrer e está esfacelando o nosso futuro como nação.

O PT, de norte a sul, se uniu a partidos golpistas e continuou a ceder a vice a pessoas oriundas de partidos golpistas como o PMDB, como pudemos ver na maior cidade do país, São Paulo, onde a vice foi ofertada a Gabriel Chalita, tendo este trocado o PMDB pelo PDT para concorrer.

A mudança dos rumos é mais do que necessária mas parece que, ao manter a mesma forma de pensar, infelizmente, nada mudará ou o que mudar não afastará o fantasma que nos atormenta agora. Aprender com os próprios erros não é para todos, lamentavelmente.

Esperemos que deputados e senadores de nossa esquerda mostrem brio e comecem um movimento de CASSAÇÃO DA REDE GLOBO, pois, qualquer que seja o país que cada um sonhe, em seus íntimos, país algum que viva em DEMOCRACIA consegue sobreviver com um sistema de comunicações que o Brasil tem e com a REDE GLOBO funcionando.

Talvez, caso os parlamentares de esquerda acordem para a urgente necessidade de impedir que a GLOBO continue a funcionar e comecem um movimento que vise a sua extinção, comecemos a ter boas notícias à frente, até lá, ao que parece, continuaremos como um país de quinta, subalterno aos interesses dos EUA cujo melhor desenlace para nossa crise, é ter o país dividido, efetivamente em nossas fronteiras, e esfacelado, sem chances de lhes impor dificuldades em sua trajetória de maior país terrorista do planeta.

O futuro nos aguarda, veremos em breve, com nossas atitudes agora, qual semente brotará de nossas ações.

Fábio Brito, Santa Catarina, Brasil.

Crise ou Oportunidade? Golpe ou Contragolpe? Chorar ou Lutar? Desistir ou resistir? Vocês Decidem!!!

“Quando um ataque acontece , a melhor defesa não é resistir,

mas mover-se com o fluxo do ataque, e ,

usar essa energia em benefício de si próprio.”

Pensamento das artes marciais

 

Se houvesse alguma mulher neste governo interino e ilegítimo de Michel TEMER, ele seria menos “usurpador”?

Se chamar algum negro, será menos “ilegítimo”?

Se tiver alguém de caráter lá, será menos “bandido”?

É preciso estarmos alertas para estas questões, é crucial colocar esta quadrilha, que tomou de assalto o Planalto e roubou mais de 54 MILHÕES de votos, em seu devido lugar.

O que temos a fazer é entender que teremos que retirar esta quadrilha de lá a ponta pés, se preciso for. Temos que encarar esta possibilidade!!! E é necessário que façamos isto com qualidade, e, desta forma, propomos uma #AssembleiaNacionalPopularConstituinte, para reformarmos a Constituição rasgada e aproveitarmos a oportunidade histórica, que a burrice revelada pela prepotência da direita, está nos dando agora, de resolvermos problemas seculares, que não teríamos como resolver, com a patética aliança que o PT e as esquerdas foram empurradas a fazer, desde o primeiro governo Lula, no momento em que observaram que teriam que governar com o apoio do Congresso.

Façamos a verdadeira discussão acerca das soluções do futuro de nosso país, pois, afinal, ficar promovendo vomitaços, compartilhando vídeos de denúncias do que todo o mundo já sabe, que é golpe o que se faz em nosso país neste momento, não vai nos tirar da situação em que nos encontramos.

Em quantas postagens no Facebook, você viu ser apresentada alguma proposta de solução? Você conhece quantas propostas para sairmos desta crise política?

Quais as propostas de solução da crise política você viu em algum blog ou em qualquer outro lugar? Ou será que você só vê falar dos absurdos dos atos iniciais do governo ilegítimo? Já parou para pensar que, ao comentar sobre os absurdos atos do governo ilegítimo e GOLPISTA você, na verdade, já está a ajudar a legitimá-lo?

Precisamos, urgentemente, parar de somente discutirmos e compartilharmos os problemas, os ilegítimos e absurdos atos governamentais, e partirmos em busca do que nos interessa, que é encontrarmos a solução para o atoleiro em que nos meteram com este GOLPE.

O fator STF

Hoje parece claro, para as pessoas de bom senso, que o STF não só foi um fator de desestabilização a mais, ao governo de Dilma, mas, pior do que imaginávamos, foi ator ativo no GOLPE.

Dizem que “quem cala consente”, ou, como dizia Desmond Tutu, Prêmio Nobel da Paz, ““Se você é neutro em situações de injustiça, você escolhe o lado do opressor.

Descobrir que nosso STF, não só se omitiu, mas foi partícipe do golpe que se abate sobre nós, nos deixa quase sem esperanças sobre uma possibilidade de que exista algo que nos permita sair desta crise com menos traumas do que o necessário, uma vez que nos meteram neste problema.

Enquanto o circo pegava fogo, ficamos a saber que os “nobres” juízes apenas estavam interessados em saber dos seus 78% de aumento, parece piada mas não é, e numa atitude das mais mesquinhas, parecem que se vingaram de nossa presidenta, deixando ela ao Deus dará, votando a favor dos pleitos do pilantra que presidia a Câmara de Deputados, mesmo sabendo de diversas gravações que comprovam que o impeachment é um GOLPE.

Em que pese a possibilidade de existirem gravações que possam ter sido feitas pelos EUA, no famoso escândalo de ESPIONAGEM que atingiu nossa Presidenta Dilma , a Angela Merkel e a nossa maior empresa, a Petrobrás, denunciado pelo Edward Snowden, não nos parece mais verossímil, que apenas isto seria suficiente para que os GUARDIÃES DE NOSSA CONSTITUIÇÃO estejam agindo, exatamente, no sentido de rasgar a nossa lei maior. No entanto é, absurdamente, o que fazem agora.

Quando vemos uma excrescência como o Gilmar Mendes, agir como agiu com relação a Lula, impedindo a posse do mesmo como Ministro do governo de Dilma, e todos os demais ministros do tribunal se calando, vemos, mais que claramente, que todos estão do mesmo lado.

Quando vemos que durante meses este mesmo ministro, sentou-se no processo em que se votava a possibilidade de financiamento de empresas para campanhas políticas, e nenhum outro ministro se levantou contra ele, vemos que, mais do que qualquer coisa, o STF está dominado por esta ABOMINAÇÃO jurídica, que atende pelo nome de GILMAR. Juiz este que é uma aberração jurídica e que em TODAS AS SUAS DECISÕES, dá ganho de causa há apenas um dos lados, o PSDB, ou contra qualquer coisa que venha a prejudicar o Governo de Dilma ou do PT.

Não à toa, denominamos este senhor, aqui neste blog, como o COMANDANTE EM CHEFE DAS FORÇAS JURÍDICAS DO TUCANISTÃO, tamanha a sua desfaçatez em julgar sempre contra o PT a todo processo que se apresente a ele.

Os Sindicatos – Devassa Sindical

Verificando os últimos movimentos do xadrez político nacional, é de se observar que, com a perda do poder de influência na política, ao ter o julgamento pelo STF, que retira a possibilidade de financiamento por empresas para campanhas políticas, a elite do país prepara-se para avançar suas peças para diminuir, ou inviabilizar, o uso dos sindicatos trabalhistas como apoio aos partidos e candidatos das esquerdas, mantendo intacto o poder dos sindicatos patronais.

É de se esperar uma verdadeira devassa nos sindicatos dos trabalhadores, para até meados de agosto, enfraquecendo sobremaneira a força das esquerdas no país e fazendo com que, em plena campanha nas eleições municipais, as esquerdas saiam fragorosamente derrotadas, o que dificultaria, enormemente, os movimentos das esquerdas pelo país e diminuiria o movimento no apoio ao retorno da Presidenta Dilma ao poder.

Esta devassa, que visaria a encontrar irregularidades nos sindicatos, principalmente no financiamento e apoio a candidatos das esquerdas, estabeleceria multas exorbitantes e tiraria de cena diversos sindicalistas importantes, com a prisão dos mesmos, e objetivando delações premiadas, que viessem a atingir duramente ao PT, a Lula e a Dilma, estando, numa cartada final para prender, tanto Lula quanto Dilma, e objetivando, ao menos e por fim, a CASSAÇÃO do registro partidário do PT, o que retiraria, das esquerdas, a possibilidade de retornar ao Palácio do Planalto nas eleições de 2018.

O Movimento Estudantil – UNE

Um movimento paralelo à devassa sindical, estaria na CPI da UNE, que, segundo informado pelo seu idealizador, visa apurar as irregularidades apontadas no TCU e a aplicação dos mais de R$ 60 milhões, arrecadados desde 2006, entre transferência do governo, patrocínio da Petrobrás e apoio de Ministérios.

Obviamente que não se trata só disto. O Sr. Feliciano está, claramente, servindo como linha auxiliar de Geraldo Alckmin, no intuito de colocar pressão sobre os estudantes, que tanto trabalho estão dando ao seu governo e às suas pretensões como candidato a presidente em 2018.

Tanto uma, como outra situação, sejamos sinceros, tem potencial de causar grandes prejuízos às esquerdas, porque sabemos que estas instituições não são geridas de forma exemplar, lamentavelmente.

Nós, que nos consideramos de esquerda e lutamos agora pela Democracia em nosso país, não podemos fechar os olhos para diversas irregularidades que ocorrem em nossas instituições sob pena de sairmos desmoralizados deste momento. Não podemos exigir correção dos “outros” e agirmos diferentemente do que esperamos dos demais. Nossas ações precisam estar pautadas naquilo que é o correto, independentemente, das ações condenáveis dos nossos adversários.

Não combina com Democracia termos sindicatos em que um grupo se perpetua em diretorias através de chapas que pouco se modificam e as mudanças que ocorrem se dão através de questões como doenças, eleição de diretor para cargos eletivos, indicação de diretor para cargo elevado em outro órgão público e afins.

A existência de uma dinâmica verdadeiramente democrática em nossos sindicatos, tem um potencial de espalhar os ideais democratas e humanistas que tanto esperamos que nossos adversários políticos venham a demonstrar. Como diria Gandhi, “sejamos nós a transformação que queremos para o mundo”.

Ao buscarmos unificar nosso discurso com nossa prática, ganhamos todos com o potencial de mudança nas estruturas de nossa sociedade. Muito mais do que palavras nossas ações tem um potencial de revolucionar o mundo à nossa volta.

Uma mudança que traria um ganho extraordinário, por exemplo, é a divulgação, através dos sindicatos, das negociações coletivas em torno das condições de trabalho de cada categoria profissional.

Existem tecnologias que permitem que sejam transmitidas ao vivo, as negociações com os sindicatos patronais, ou, mesmo que não seja ainda possível esta solução, cada sindicato poderia divulgar as gravações das mesmas e disponibilizando a visualização pela internet.

O que este pequeno exemplo, de mudança de atitude, poderia trazer para nós?

Mostrar como os patrões são insensíveis aos pleitos trabalhistas é uma das consequências imediatas, junto a isto mostrar a toda a população como se dá a luta política em sua essência, seria como um curso de formação sindical disponível para todos, seria como um curso de formação política simultâneo. Cada cidadão passaria a identificar de que lado está e identificaria seu lugar no mundo o que pouparia às esquerdas a luta pela hegemonia nas diversas esferas de poder.

A verdadeira democratização do funcionamento dos sindicatos é urgente e para ontem, precisamos discuti-la agora e implementar uma forma de elegermos nossos representantes na empresa de uma forma que todas as correntes de pensamento tenham possibilidade real de disputa do espaço sindical e chegar ao comando do sindicato.

Por que não estabelecer debates entre as chapas existentes através da internet, durante período eleitoral, para que se discuta, de uma forma mais dinâmica e aprofundada, as questões e as soluções possíveis, que cada um oferece, para cada categoria trabalhista?

O simples debate franco e honesto, com oportunidades para todas as correntes exporem seus pensamentos, por si, já seria de um ganho notável, e, se junto a isto, estabelecêssemos uma regra que obrigasse a mudanças periódicas nas diretorias de todos os sindicatos, ganharíamos, também, com o surgimentos de muitas outras lideranças, que, a exemplo de LULA, teve suas origens no movimento sindical.

O Movimento Estudantil, de forma igual, pertence a este universo em que as mudanças precisam ocorrer, de verdade, para que venhamos a ter um arejamento salutar na dinâmica democrática, que nos traria ganhos enormes.

Para início de conversa, é preciso que venhamos a reconhecer que as eleições estudantis são uma grande farsa. Participei de algumas delas e não surpreende que o Congresso Nacional seja esta esbórnia, fraudes são coisa pequena.

O momento por que passamos é muito difícil, sem sombra de dúvidas, mas podemos aproveitá-lo, se inteligentes formos, para avançar no campo adversário e retirar deles, poderes que hoje acreditam ser “divinos” e estarem cristalizados e serem inegociáveis.

O formato de nossas comunicações é uma delas, reforma agrária, outra. Podemos sim repensar a nossa sociedade em busca de alterarmos seu funcionamento, através de estruturas renovadas onde, cada um de nós, tenha iguais chances de sucesso na vida.

A tarefa que nos aguarda não será muito difícil, se conseguirmos nos convencer, antes de tudo, que precisamos, neste momento, participar da construção desta nova estrutura social que precisamos, para substituir as que já estão carcomidas pelo tempo.

Enfim, mais uma vez, como diria Gandhi, “sejamos nós mesmos, a mudança que queremos no mundo” e, junto a isto, passemos a cobrar, das pessoas ao nosso lado, aquilo que exigimos de nossos adversários, não podemos passar mão na cabeça de ninguém, só assim teremos um mundo melhor para todos.

 

Fábio Brito – Santa Catarina.