Arquivo da tag: ilusões

Brasil: Um país… não! Uma FARSA a caminho da TRAGÉDIA final!!!

“A PRISÃO não são as grades, e a liberdade não é a rua,

existem “homens” presos na rua (MORO) e LIVRES na prisão (LULA?).

É uma questão de consciência.”

Mahatma Gandhi.

“Não há mal que sempre dure, nem bem que nunca se acabe”,

provérbio português.

 

 

Vivemos num país, o Brasil, onde as pessoas se acostumaram a viver uma farsa constante, cotidiana e inconsequente, que, fatalmente, nos levará a um futuro de dor, mas cada um de nós, se acostumou a “dar de ombros”, minimizar sua responsabilidade no “resultado final” e acreditar que a responsabilidade de o mundo ser o que é, seja, sempre, do “outro”.

Cada um de nós se auto define como “INIMPUTÁVEL”, uma espécie de pessoa, que, por possuir uma demência mental qualquer, não pode ser responsabilizada por nada neste mundo.

Acontece que “este mundo” é o resultado concreto da soma de cada um de nós, e, portanto, temos parte na responsabilidade no que ele efetivamente é, melhor compreendermos logo isso e pararmos com as ilusões.

Acreditamos que somos superiores aos demais, e, por isso, criamos uma espécie de “brincadeira da transferência de responsabilidade”, feito aquela criança que, percebendo que fez coisa errada e que um dos pais descobriu, aponta o dedo para o irmão menor e incapaz de se defender.

– A culpa é da direita, dizem alguns.

– A culpa é da mídia, dizem outros.

– A culpa é do “sistema financeiro” e da elite do país. – Dos “coxinhas”. – Dos “pobres de direita”. Assim transferimos nossas responsabilidades.

É interessante que, a maioria de nós, nunca procura a nossa responsabilidade “nisso tudo que o mundo é”, e, assim, não corrigimos nossa trajetória e continuamos no nosso voo cego rumo ao abismo, ajudando a “engrossar o caldo” de tudo aquilo que não presta na humanidade.

Paulo Freire - Educador1

O fato é que estamos, todos, acostumados com a farsa, com a fraude, professores fingem que ensinam e alunos, fingem que aprendem, políticos de esquerda fingem que nos defendem e nós, fingimos que nada está errado com a atitude que eles tem de estarem denunciando a GLOBO como GOLPISTA, e depois, irem do reino de satã para darem entrevistas, fingindo indignação com o que está acontecendo no país e que A GLOBO promoveu e promove.

O futebol é uma fraude completa e fingimos que não sabemos e sustentamos os que roubam nossa diversão.

Nossos colegas fazem greve e, muitos de nós, vai trabalhar, fingindo que não é conosco e quem quiser que lute pelos nossos direitos porque, tentamos nos convencer, “alguém tem que trabalhar para este país dar certo”.

Se nós mesmos estamos, constantemente, enganando a nós próprios de que somos boas pessoas e não assumimos nosso papel diante do mundo por ser muito trabalhoso, por quê não permitiríamos outras pessoas nos enganar?

PTPergunta

Resmungamos nas filas do banco e em outros lugares, fingindo, para nós mesmos, indignação. Por quê não aceitaríamos de muitos políticos uma falsa indignação baseada em ações espetaculosas e, convenientemente, televisionadas? Ações estas feitas sob medida para nos enganar e que a grande mídia permite a divulgação porque aquele que a fez está, na verdade, comprometido com o GOLPE que ela promoveu?

Nós somos tão incapazes e manipulados, que não percebemos que a manipulação da mídia está, inclusive, na escolha dos líderes que “não estão no lado delas” porque alguns são “menos radicais” e podem ser ou cooptados ou representam um mal menor a estes veículos GOLPISTAS e serem “menos perigosos”.

As verdadeiras correntes da mudança, que os criminosos da mídia temem, não tem qualquer possibilidade de expor seus pensamentos, ficam represados e poucos sabem de sua existência.

Não é por outro motivo que algumas “peças” no tabuleiro da política de esquerda brasileira, tem seus movimentos coordenados pela GLOBO e jamais irão enfrentá-la de verdade. Suas ações representam uma “falsa indignação” e são apenas movimentos acertados pelos seus patrões inconfessáveis e ocultos. Jamais irão se empenhar pelo FIM DA REDE GLOBO!!! Uma farsa, uma fraude!!!

MujicaSerdeEsquerda

Tenho feito algumas críticas à “esquerda brasileira” da qual, acredito eu, fazer parte, em busca, exatamente, de tentarmos corrigir nossa trajetória e escaparmos dessa “camisa de força” a qual, acredito estarmos amarrados e que nos mantém aprisionados a uma farsa contagiante.

Quando a pessoa lê o que escrevo, ao perceber um fundo de verdade, logo ela passa a pensar enquanto lê; “esse aí vai querer, logo, logo, se candidatar a alguma coisa”, como se isso fosse desmerecimento do que ela está lendo.

Não percebe ela, que este pensamento é um reflexo condicionado de duas coisas: sua apatia diante do mundo e a resposta pífia, nula, que esta apatia apresenta nos reflexos de suas ações, e; da qualidade do que ela está lendo, e que permitiria a pessoa que escreveu, “se candidatar a algum cargo”, porque, pensa ela, ser eleito é o máximo que uma pessoa qualquer pode alcançar, repetindo assim, aquilo que o senso comum lhe ensina cotidianamente, “todo político é ladrão”, logo, “vai querer roubar também”.

SucessoRubemFonseca

Este reflexo condicionado faz com que a pessoa, timidamente, apenas dê “sua curtida” no texto e não o leve adiante através de compartilhamento para que mais pessoas tenham acesso às informações contidas nele, impedindo, assim, que quem o tenha escrito possa ir além, possa vir a fazer sucesso.

Como vivemos num mundo “capitalista” e a filosofia que impera é a de que “o segundo colocado é o primeiro perdedor” e em todos os ambientes em que vamos esta filosofia nos impregna por completo, é natural que ajamos egoisticamente, porque o sucesso das outras pessoas nos incomoda, as pessoas que conseguem fazer algo melhor do que nós “tem que ser, ou destruídas, ou impedidas de ir adiante”, e, assim, nossa alma torpe pode ficar “feliz” uma vez que poderemos nos sentir mais confortáveis em não ser o “segundo colocado”, assim acreditamos e agimos.

Quero a tranquilizar a todos que não pretendo ser candidato a coisa alguma, pelo simples motivo de que não concordo e não aceito viver essa farsa, e a consequente TRAGÉDIA, que ela irá nos levar.

Se minhas críticas mostram que seria uma palhaçada a “eleição de 2018”, conquanto ela estará maculada, desde já,  em seu resultado, que poderá ser fraudado pelo “Comandante em Chefe das Forças Jurídicas do Tucanistão” , presidente do TSE, e que todos conhecemos, é apenas um integrante do crime organizado que comanda nosso país nesse momento, não poderia almejar fazer parte deste circo da insanidade em que o país está imerso atualmente.

SunTzuInvisível

E se a eleição não for fraudada? De que adianta ser eleito num país em que as pessoas podem ter seu direito de escolher seus líderes desrespeitado como o foi na deposição de nossa Presidenta legitimamente, Dilma?

Quando as regras do jogo podem ser quebradas por um dos lados, não estamos numa coisa séria, nem mesmo num jogo, numa brincadeira, pois até mesmo as brincadeiras infantis, os jogos, tem regras, eleições no Brasil nem isso são, elas representam apenas um outro lado da farsa cotidiana em que vivemos.

Minha forma de ver o Congresso Nacional, nos moldes em que se encontra, é de que ele não serve para nada e tem que ser mudado imediatamente, uma vez que, a forma em que ele está estruturado, não permite que nossa sociedade, e a humanidade, progridam. Ele representa apenas uma voz, a da elite do APARTHEID, da segregação em nome da MERITOCRACIA, e busca suprimir a dos demais entes de nossa sociedade que busquem o bem do povo.

Se quisermos ser respeitados algum dia e ficarmos orgulhosos daquilo que fizemos em nosso país e os reflexos de nossas ações na humanidade, precisaremos sair do conforto e da apatia, agora, e nos mexer rumo a discutir nossas leis com a nossa população, através de uma Assembleia Nacional “POPULAR” Constituinte.

ImpossívelWaltDisney

Eu escolhi o caminho mais difícil de se trilhar: enfrentar o senso comum de todos, da esquerda, da direita, do centro, do pobre, do rico, do homem, da mulher, e, por isso mesmo, percebo que posso somente estar “pregando no deserto” e minhas ações não vão resultar em nada concreto.

Pensar sobre o que somos e o que queremos e nos avaliar a cada dia, é muito importante para que venhamos a alcançar nossos objetivos e não nos percamos de nós mesmos.

Muitos avaliariam isso como sendo uma outra face da mesma moeda da apatia e da “transferência de responsabilidade” da qual falei acima, onde, ao colocar um objetivo provavelmente inalcançável, eu me sentiria melhor em acreditar que fiz alguma coisa, embora já tivesse conhecimento do resultado final.

Gandhi

É possível isto, admito, e, como todos os demais, se assim o for, continuarei feliz em saber que não fiz coisa alguma e o mundo continuou igual, mas continuarei acreditando “na farsa” que montei para eu mesmo, me imaginando um herói da humanidade que, como “Dom Quixote”, enfrentou moinhos pelo bem de todos.

No meu íntimo, entretanto, existe uma tênue esperança de que estas palavras invadam a mente das pessoas de bem deste mundo e que, como uma febre incontrolável, elas se apossem de cada um, e que, de agora em diante, ao fim da leitura desse texto, ela se levante e se perfile ombro a ombro, comigo e com os demais que entendem que, para mudar esse mundo insano, precisamos assumir a mudança em nós mesmos, como nos ensinou Mahatma Gandhi, há tempos atrás.

Medo3

Admito, talvez seja apenas um sonhador, mas se assim for, já estou feliz porque dei o primeiro passo em minha imensa jornada: escrevi esse texto e tentei me aproximar das demais pessoas que também o sonham, na busca de encontrar a nossa realidade melhor do que os pesadelos que algumas pessoas planejaram para nós.

Será que devo esperar andar ao seu lado? Ou seria esse um sonho impossível?

Manterei a minha fé na humanidade.

Sei que o meu caminho, mesmo que trágico, será feliz, porque em algum momento, aprendi com alguns que a felicidade não é o objetivo e sim o caminho que escolhemos, é nossa trajetória.

Tenho certeza que você, agora, está a imaginar o imenso sorriso que trago dentro de mim.

Lembre-se: somos e seremos, sempre, o resultado de nossos pensamentos e o reflexo de nossas ações, portanto, escolha muito bem os seus pensamentos, aquilo que você lê, e seja cauteloso com suas ações, pois tudo que fazemos traz consequências para as pessoas que amamos e para as demais também. PENSE nisso tudo, e, principalmente, AJA!!!

Obrigado.

Grande abraço.

 

Fábio Brito, Santa Catarina, Brasil.

 

GandhiTirania

Anúncios