Arquivo da tag: inveja

O que nos torna Heróis???

“O verdadeiro HEROÍSMO consiste em converter os sonhos em

realidade e ideias em realizações”. Afonso Rodrigues Castelao

“Aquele que não tem coragem de assumir riscos não, alcança nada na vida”.

Muhammad Ali

O que nos move como seres humanos a adotar uma ideia e agir de acordo com ela buscando alcançar o que, aparentemente, mostra-se como inatingível?

O que nos faz sair de nossa zona de conforto para seguir, trilhar um caminho que todos os demais observam e nos dizem que não vai dar certo?

O que nos faz TEIMAR e RESISTIR nos levando a seguir em frente mesmo antevendo que as condições de prosseguir serão as mais árduas que podemos imaginar?

A resposta para estas questões pode ser muito mais difícil do que se possa imaginar e, atreladas a elas estará o resultado do empreendimento de cada um de nós, ou da pessoa que analisamos.

A depender de quem observamos, podemos considerar uma determinada pessoa como visionária, imbuída de grande força interior, iluminada, pessoa de grande fé.

campeoesmuhammadali

Claro, saberemos antes, que a empreitada desenvolvida pela mesma, terá sido de vitória, de sucesso, caso contrário iremos considerar a pessoa como uma pessoa de coragem, que não se dobrou ante o destino inevitável.

A partir destas considerações podemos retirar da história alguns personagens e tentar encaixá-las num dos dois grupos elencados: a) a de pessoas iluminadas que obtiveram sucesso no que empreenderam e b) a de pessoas de coragem que enfrentaram situações absurdamente adversas e não se dobraram.

No entanto, quantos personagens existiram na história mundial nem nos chega ao conhecimento e que nem poderíamos arrolar entre estes dois grupos?

Quantas pessoas anônimas ajudaram a estes personagens que conhecemos e ficaram famosos na História e cujas ações empreendidas foram descritas por historiadores como sendo de grandes líderes?

O fato é que na ambição de cada um de nós há um forte impulso que nos impele a buscar a fama, a glória, o sucesso, mas, agindo com igual força, em sentido contrário, existe o medo da desaprovação, do fracasso, da dor e do sofrimento, da humilhação, diante das pessoas que amamos e que TEMEMOS não ser mais considerados como éramos antes, diante de um fracasso revelado através de uma atitude que estas pessoas não compreendiam e não aceitavam e que tomamos.

caplinatrevido

É disto que tratam os embates, todos os que encontramos em nossa história humana. As atitudes que levaram a guerras e a grandes desenvolvimentos tecnológicos podem ser vistas desta forma.

E é precisamente do resultado deste embate, dentro de cada um de nós, que vai se decidir o nosso futuro como nação.

Que capítulo de nossa história, estamos a escrever exatamente neste momento?

A de um povo altivo que, mesmo tendo tido, historicamente, fortes forças contra si e que um dia, se levantou com fé e coragem, impedindo que uma tempestade brutal se abatesse sobre si, mesmo que num primeiro momento ela tenha assolado nossas esperanças, mas que, no momento seguinte, recuperamos nossa fé e nossa força interior e nos levantamos como a Fênix, para seguir até onde nossos sonhos poderiam alcançar?

Ou a de um povo menor, que se acovardou ante a tirania e a opressão e, TEMENDO sofrer dores maiores, deu o lombo para ser surrado diariamente e viu seus maiores medos tornarem-se realidade porque acreditou, através de um processo de auto ilusão, que o pior não iria ocorrer consigo se assim agisse?

coragem3

Para muitas pessoas, os momentos difíceis podem ser vistos como CRISE, enquanto a mesma situação pode ser observada por outras como OPORTUNIDADE.

E, verdadeiramente, podemos observar uma enorme oportunidade que a história coloca diante de nós, de resolvermos problemas seculares de desigualdades sociais e econômicas que o GOLPE abre para nós, pois o fato de a elite nefanda, putrefata e apátrida que temos em nosso país ter rasgado a Constituição que a beneficiava e mantinha seus privilégios, nos dá a oportunidade de refazê-la dentro dos interesses de nossa população visando corrigir erros de séculos e que impedia a redução da desigualdade absurda que vemos entre os mais pobres e os mais ricos em nosso país, agora poderemos retirar seus privilégios corrigindo estas distorções.

É preciso vencer, no entanto, duas coisas que afetam a todos nós e nos foi colocada dentro de nosso ser por este sistema perverso: o egoísmo e a inveja.

gandhidesejodevencer

O egoismo se manifesta em nós quando delegamos a outros o desgaste das lutas cotidianas enquanto buscamos estar bem na fita e nos dedicando aos nossos interesses. É o que ocorre, como exemplo, quando se entra em greve e a pessoa vai trabalhar, deixando aos seus colegas, todo o desgaste da luta e se aproveitando que, enquanto os outros buscam melhores condições de trabalho, ela acredita levar vantagem em seu trabalho ao se mostrar servil, não questionando e sabendo que o resultado da greve será revertido para ela mesmo não tendo contribuído em nada para isto.

A inveja se manifesta quando se visa impedir ou dificultar que uma pessoa venha a alcançar sucesso em uma ação porque acreditamos que nós é que temos ser a pessoa de mais destaque, temos que ser a pessoa que obterá o sucesso maior e será festejada.

Estas atitudes que nos foram passadas por um sistema hostil, que joga irmão contra irmão, tem que ser retirada de dentro de cada um de nós, pois se não o fizermos, estaremos agindo para o bem de uma elite de 1% em detrimento dos 99% restantes, e, aí, seremos o maior dos fracassados, por não ter conseguido nos reprogramar para agir em prol da coletividade.

Fábio Brito, Brasília-DF.

desistir