Arquivo da tag: MBL

Perguntas aos Parlamentares do P. T. e P. C. DO B. sobre o GOLPE!!!

O que se pode constatar com o GOLPE implementado no Brasil em 2016,  é que a existência da REDE GLOBO é INCOMPATÍVEL com a existência da DEMOCRACIA, onde existe uma não pode existir a outra. É chegada a hora de definirmos qual das duas queremos em nosso país. Fábio Brito.

 

 

Estaremos encaminhando no dia de hoje (21/11) aos parlamentares do P. T. e do P. C. do B. as seguintes perguntas e, esperaremos até às 18 horas do dia 02/12/2016 as respostas dos mesmos para a publicação em nosso blog.

Gostaria de pedir a cada leitor que compartilhasse este texto com sua lista de amigos e nos vários canais de que dispõem para que criássemos um movimento em busca de dar visibilidade aos questionamentos aqui expostos no intuito de que cada parlamentar vislumbre que suas respostas aos questionamentos propostos, são de suma importância a uma parcela considerável de cidadãos brasileiros.

Pergunta 1.

Muitos analistas observam que o GOLPE pelo qual passamos agora começou a ser urdido desde o ano de 2005 com a deflagração do processo do MENSALÃO, sendo assim, como o (a) Sr. (a) observa a inação das esquerdas brasileiras ao não ter criado uma espécie de “Comitê de Crise” que buscasse solucionar a situação que ameaçava sair do controle promovendo a quebra de nossa Constituição?

Pergunta 2.

Com a deposição ilegal da Presidente Dilma, através de um Impeachment sem provas de crime de responsabilidade, na prática, nossa Constituição foi rasgada.

Observamos o surgimento de iniciativas de se criar uma frente ampla de esquerda, para enfrentar o governo temer e retomar o controle do Governo Federal até 2018.

Esta frente ampla de esquerda seria uma grande coalizão que reuniria, além de partidos, sindicatos, associações, movimentos de esquerda, movimento estudantil, intelectuais e artistas em torno de um programa.

O GOLPE parlamentar jurídico e midiático que a elite brasileira conseguiu impor, na prática, significa que ela se cansou da prática democrática sob leis constitucionais que, em grande, parte a beneficiava e mantinha o Estado brasileiro atado a regras que dificultava a diminuição das enormes diferenças sociais que imperam em nosso país, sendo assim, não seria o momento de aproveitar a busca da formação desta frente ampla para rediscutirmos as nossas leis, através da alteração de nossa Constituição, visando a elaboração de uma Carta Magna adequada ao que vislumbramos como ideal para podermos, efetivamente, ter através do instrumento da lei e da ordenação jurídica, a possibilidade de superarmos as desigualdades históricas e seculares que existem em nosso país?

Pergunta 3.

Através da formação desta frente, que teria como justificativa o enfrentamento do governo temer e objetivando reconquistar o comando político do país e, tendo como pano de fundo, e como motivação de união, a rediscussão de nossas leis sob uma ótica popular, através da instalação de uma ASSEMBLEIA NACIONAL POPULAR CONSTITUINTE, que passasse ao largo do Congresso Nacional, e mobilizando toda a nossa população, à qual poderia contribuir com sugestões e ideias de mudanças que se fazem necessárias ao novo texto constitucional, não poderíamos avançar no campo das elites e da direita corrigindo os rumos e lhes retirando espaço de movimento e diminuindo o poder e os privilégios absurdos que a mesma detém até hoje?

 

Pergunta 4.

Através desta nova constituição de feição popular, poderíamos alterar o atual direito de herança podendo estipular alíquotas de impostos progressivos em relação ao valor que se deixa de herança aos herdeiros, poderíamos avançar na efetivação da diminuição das desigualdades, implementando, através de uma tabela progressiva (em valores e prazos), a diminuição entre as diferenças salariais (maiores e menores) com a instituição de um limite entre o menor salário pago de uma empresa e o maior (aos moldes do teto salarial no setor público), poderíamos fazer uma “reforma agrária” pacífica ao limitarmos o tamanho das terras em posse de uma pessoa no país e permitindo que cada Estado da Federação pudesse fazer sua limitação também, o que, por si só, faria elevar a oferta de venda de terras e a diminuição dos valores pagos pelas mesmas.

O (a) senhor (a) estaria disposto a participar, junto com toda a população brasileira, na discussão dos rumos do país e resistência ao GOLPE, que se traduza através da busca da confecção desta nova Carta Magna, no intuito de superarmos os absurdos entraves a uma verdadeira diminuição das desigualdades e valorização e empoderamento do povo brasileiro?

 

Pergunta 5.

Muitos parlamentares, analistas e cidadãos, avaliam que o presente GOLPE tem origem nos E.U.A. que tem exercido forte influência através do financiamento de instituições várias, como o MBL e Revoltados On Line, para promover a desestabilização do Governo Federal quando à frente deste esteve a nossa Presidenta Dilma Rousseff, no entanto, estes mesmos analistas observam que sem o apoio escandaloso da REDE GLOBO DE TELEVISÃO e o Conglomerado Globo que envolve os demais meios de comunicação, como rádios, jornais, revistas e internet, este GOLPE não teria se efetivado.

Pudemos verificar, inclusive, vários parlamentares se queixando desta atitude acintosa às nossas leis, a partir das ações deste agrupamento de empresas do Grupo Globo.

Diante das ações empreendidas pela empresa e que nos levaram a ter uma presidenta eleita deposta de forma flagrantemente ilegal, podendo, inclusive, a levar a população brasileira a uma GUERRA CIVIL, o (a) Sr. (a), pretende ter que atitude diante destas informações? Não seria hora de se buscar a união dos vários parlamentares de esquerda na busca de CASSAÇÃO DA OUTORGA DE TRANSMISSÃO DE RÁDIO E TELEVISÃO deste grupo que tem tido uma atuação nefasta e que demonstra que sua existência não é compatível com a DEMOCRACIA em nosso país? Não seria a hora de se mobilizar toda a sociedade brasileira na busca de assinaturas para se abrir uma CPI ou pedido de Cassação direto no Congresso Nacional? O (a) Sr. (a) se comprometeria com esta proposta?

 

Pergunta 6 (acrescida em 27/11)

Diversos analistas tem nos revelado diariamente que este GOLPE custará a toda a sociedade brasileira um preço altíssimo em termos de empregos, direitos trabalhistas e dilapidação de nossas riquezas e nossa soberania com efeitos que irão nos atingir por décadas, como aliás, está expresso nas intenções do governo ilegítimo em um de seus projetos, a PEC 55, no Senado Federal.

 

Não seria a hora de se deixar claro aos investidores estrangeiros que cada ato deste governo golpista será cancelado no retorno à normalidade democrática do país? Que as privatizações e concessões serão canceladas, podendo, inclusive, as empresas que se beneficiarem neste momento das mesmas, terem seus bens encampados e serem proibidas de atuarem em nosso território no retorno do governo deposto ou o seu sucessor?

 

Além destas questões que palavra de ânimo e encorajamento o (a) Sr. (a) poderia deixar ao povo brasileiro que se encontra sem rumo, sem saber o que fazer diante do GOLPE, que nos foi imposto por esta elite nefanda, apátrida e criminosa que temos em nosso país?

 

Atenciosamente,

 

Fábio Brito.

Responsável pelo blog Rebelde Silente.

 

Fábio Brito, Brasília, D. F.

Anúncios