Arquivo da tag: prisão de lula

MORRER é uma certeza! Como morrer, é uma escolha. Eu escolhi a minha, e você?

 

“Melhor MORRER, que perder a vida.”

Desconhecido.

 

 

 

Houve o tempo do chamado e este tempo se deu há um ano atrás, quando convoquei a todos para uma MARCHA PARA BRASÍLIA, PARA DEPOR TEMER E REEMPOSSAR DILMA. Estive sozinho lá.

Cada um segue seu caminho!

Hoje, não me atrevo a “chamar” ninguém, cada um SEGUE SUA CONSCIÊNCIA, eu apenas sigo a minha.

Não nasci para MÁRTIR, nem muito menos para COVARDE! E, como diz Raul Seixas, “Não nasci pra tirar onda de HERÓI…”.

Mas, sinceramente, vivi a ERA FHC, e lá, morriam DOIS BOINGS 737 DE CRIANÇAS DEVIDO A FOME TODO DIA, hoje, avisto tempos muito mais tenebrosos e sombrios. Naquela época foram 840.960 crianças que morreram de INANIÇÃO ou doenças relacionadas a FOME, não quero estar vivo para ver isto passivamente.

Antes de uma atitude precipitada é a consequência do meu caminho, pois, tudo que fiz, convergiu para me trazer até aqui. Portanto, não posso desrespeitar o que senti, o que vivi, tudo que sei e conheci. Não posso desrespeitar o que sou.

Não é uma decisão fácil, você tomar uma atitude que poderá te levar ao encontro com a morte, muito menos quando você tem filhos e deseja vê-los crescer e se desenvolver.

Alguns dirão que não devemos nos sacrificar como o amigo Dylan Silva: “perder a sua vida em prol dessa sociedade doente e hipócrita não vale a pena”.

Não pretendo “perder” a minha vida por ninguém, antes, que minha consciência.

Havia afirmado em postagem anterior que “Não há experiência mais libertadora que PERDER A SANIDADE num mundo de loucos”, e é assim mesmo que penso.

Não desejo ser uma pessoa normal nesta vida insana, a sorrir amarelo e fingir alegria. Tenho que dar o meu melhor para que as coisas possam ser melhores, e o mais impressionante é que, com um pouquinho mais de ousadia, conseguiríamos juntos isso.

Mas afinal, como se pode perder uma coisa que não se tem???

Morte

O que é a vida que uma concessão que você “recebe” e que, no dia que você nasce já está definido que terá que entregar, mais dia, menos dia???

Sócrates foi acusado de não reconhecer os deuses do Estado, de introduzir novas divindades e corromper a juventude. A Pena? Morte por ingestão de CICUTA, um veneno.

Mesmo tendo mostrado a leviandade das acusações contra si, da mesma forma que temos hoje, a situação de nosso companheiro LULA, ele, em nenhum momento se deteve ante seu destino, pois, pensava, seria esta condenação uma coisa ruim? Se uma vez que ninguém sabe o que há depois da morte, não poderia ser um prêmio ao invés de um castigo?

Cada vez mais estas reflexões me trazem a tranquilidade e a serenidade de que preciso para enfrentar “o DESTINO que construí para mim”. Sim amigos, eu construí, pois minhas ações me trouxeram até aqui. Eu sou o resultado de minhas escolhas, acertadas ou erradas, boas ou más.

Quem me conhece melhor, sabe que, hoje, sou uma pessoa da PAZ e que não aceito a ideia de fazer mal a ninguém.

Quando falo, sou comedido e atento para que nunca me exceda e não venha a falar algo que venha a machucar alguém. Minhas ações recebem uma atenção maior ainda, mas, quando escrevo, acredito ser imperdoável vir a ferir alguém ou a dizer uma coisa que não tenha avaliado muito bem suas consequências.

Coragem2

Aprendi com meu querido pai, a assumir o que faço, reconhecer quando erro, e ser atento para não repetir o erro.

Quanto tempo cada um de nós tem? Meu pai morreu aos 52 anos de vida e me fez uma falta brutal. Eu estou com 47 agora e meu filho mais novo fará seis anos dia 13/08.

Tenho duas outras filhas que me foram arrancadas de mim (alienação parental) e não as vejo mais, e quem puder imaginar o que é você ter um filho arrancado de você, deve ter noção da DOR LANCINANTE que isto significa.

A atitude que pretendo ter, em ir para Brasília, antes de uma loucura, antes de ser um ato em que pretendo me “suicidar”, para quem não entendeu ainda, é um ATO DE DENÚNCIA contra quem deveria nos defender e está fingindo frente às câmeras.

Nosso povo, tenho falado há tempos isso, está apenas a espera de um sinal, de uma liderança que possa acompanhar e seguir para retomar nosso país dessa quadrilha que tomou de assalto o Palácio do Planalto (tenho plena certeza que esta liderança não sou eu).

A minha atitude, pretende colocar TODAS AS NOSSAS LIDERANÇAS DE ESQUERDA, onde elas verdadeiramente estão, e as pessoas não se apercebem isso. Afinal, como você olharia seu deputado que fica “denunciando” a GLOBO como GOLPISTA e, depois que desce da tribuna, vai desfilar com sua “INDIGNAÇÃO”, exatamente, neste veículo GOLPISTA???

Não percebe você que este tipo de atitude leva toda a esquerda brasileira ao descrédito e faz com que TODA a população desconfie de nós, de nossas intenções? E que passamos a ser vistos, por estas e outras “atitudes dúbias”, como “farinha do mesmo saco”???

Não creio que este tipo de atitude possa ser mantido! Por isto, tenho criticado duramente nossos parlamentares pois as ações deles são pífias, diante de um GOLPE que foi anunciado e discutido pela grande mídia, por ONZE LONGOS ANOS e onde, depois de passado já um ano, a cada dia, as coisas pioram para nosso povo.

GarotaFicaCega

Diante de tudo que disse, existe algumas ações que podemos ter, que poderia evitar “sacrifícios humanos inúteis” como o que pretendo fazer agora e que tem levado a outras pessoas a sofrerem desnecessariamente, como a estudante Debora Fabri, que ficou cega de um olho durante uma manifestação.

 

  1. Não há porque fazer mais passeatas, agora é reunirmos forças, marcar a data, nos preparar, chamar a todos os cidadãos, montar a estrutura e fazermos “A MANIFESTAÇÃO FINAL”. O que significa, irmos para Brasília com a mesma disposição que eu estou a demonstrar, para só sair de lá depois que o GOLPE for DERROTADO e colocarmos o VERME de plantão no Palácio do Planalto para correr, seja ele Temer ou Maia. Temos que ter a disposição de colocar 500.000 pessoas em Brasília e nos prepararmos para paralisar a cidade por, no mínimo, um mês, nada menos que isso;
  2. REEMPOSSAR DILMA;
  3. EXTINGUIR A REDE GLOBO, que deverá ser estatizada e seus proprietários presos e destituídos dos seus bens, por promoverem um GOLPE com todas as consequências que estamos vendo e que poderia nos levar a uma GUERRA CIVIL;
  4. Usar a REDE GLOBO para, durante seis meses, discutirmos uma nova Constituição para nosso país, usando o canal durante o horário das seis da tarde até meia noite para discutirmos que tipo de país queremos e debatendo as leis de forma franca e honesta, o que, além de politizar enormemente nosso povo, irá lhes dar um conhecimento das leis que irão regular nosso comportamento como cidadãos, de agora por diante.

 

Percebam, o que proponho não é “pedir nada a ninguém” pois nada nos será dado. Proponho arrancarmos das mãos dos CRIMINOSOS  e seus cúmplices nas diversas esferas e instituições do Estado. Teremos que desalojar eles de lá.

Estas são as premissas do que devemos fazer.

Teremos nossas centrais sindicais a nosso lado? Terão elas a CORAGEM  de deixar de fazer “shows pirotécnicos” com MEGA MANIFESTAÇÕES sem sentido, que não nos levam a coisa alguma?

Será que ninguém entendeu ainda que o único jeito de se lidar com os GOLPISTAS CRIMINOSOS que tomaram de assalto o Governo Federal do nosso país, é a DEPOSIÇÃO??? Todo o resto é DE(COM)POSIÇÃO!!!

Coragem1

Nossos parlamentares de esquerda poderiam dar contribuições significativas em direção a apoiar nossa luta, como por exemplo:

 

  1. Não dar entrevistas à REDE GLOBO, e, quando solicitada uma declaração dizer algo como: não dou entrevista a veículos GOLPISTAS;
  2. Buscar colocar TENSÃO em cima do veículo GOLPISTA maior e que nos trouxe até aqui, através de PEDIDO DE CASSAÇÃO, RECOLHIMENTO DE ASSINATURAS para isso e PEDIDO DE CPI, para apurar a atuação da mesma nas ações que levaram ao GOLPE, a intenção é PRESSIONAR quem esteve, até agora, apenas lucrando com o GOLPE;
  3. Em entrevista coletiva, todos os parlamentares da esquerda, devem dar uma declaração ao mundo de que, ao derrotar-se as forças GOLPISTAS, todos os atos do governo ilegítimo serão anulados e as empresas que agiram junto a este serão proibidas de atuar, de agora por diante, no Brasil. Como exemplo uma empresa que comprou poços da Petrobrás perderá o direito sobre o mesmo e expulsa do país, sem direito a indenização, por ter colaborado com o governo GOLPISTA.

 

Não estou a fazer nenhuma convocação, mas se você concorda com o exposto aqui, me ajude a divulgar esse texto e fazer com que mais pessoas acordem para o seu papel diante de nossos irmãos, de nosso país e do mundo, e, quem sabe, ao invés de apenas um cidadão “louco” querendo invadir o Palácio do Planalto, sejamos milhares e estejamos acompanhados de nossos parlamentares e líderes de esquerda? Como eu gostaria de estar errado sobre eles.

Guardem dinheiro e se programem para ir a Brasília, com ou sem ajuda de sindicatos, com ou sem ajudas de partidos, com ou sem parlamentares, com ou sem estrelas.

Temos a opção, também, de pressionar nossos líderes, dirigentes de partidos e parlamentares de esquerda, para que adotam as medidas que proponho aqui, juntamente com a cobrança direta e diária da participação de nossas entidades das soluções aqui propostas.

Lembre-se: O FUTURO somos nós que construímos com nossas ações, AGORA!

Tenham esperança e fé no que você carrega de bom dentro de si mesmo (a).

Fiquem com as palavras de Gandhi: “Quando me desespero, eu me lembro que durante toda a história o caminho da verdade e do amor sempre ganharam. Tem existido tiranos e assassinos e por um tempo eles parecem invencíveis, mas no final, eles sempre caem – pense nisso, SEMPRE.”

 

Abraços fraternos.

 

Fábio Brito, Santa Catarina, Brasil.

Anúncios

Quando pessoas “sem noção” não defendem sua nação.

“O trabalho dignifica o homem”

e o ócio dignifica o patrão dele. Fábio Brito.

 

 

Algumas pessoas estão tão acostumadas a viverem situações absurdas que perdem a sensibilidade quando estão diante de uma, e, pior ainda, não percebem as sandices próprias e as atitudes insanas de que são capazes de cometer. A estas pessoas damos a alcunha carinhosa de “sem noção”.

Geralmente são pessoas que tem preguiça de ler, de buscar interpretar as coisas da vida, que não se preocupam em saber como as coisas funcionam, por que funcionam de uma determinada maneira e quem é que definiu que assim seria. Passam pela vida levadas pelos ventos, correntes, isto quando não permanecem aprisionadas a elas e, no mais da vida, tem a liberdade “apenas” de se deslocar de casa para o trabalho e do trabalho para casa se arrastando pelos ônibus da vida numa tristeza de dar dó, se arrastando feito zumbis que mal se aguentam acordados, no deslocamento diário a que estão submetidos para cumprir suas obrigações cotidianas de uma vida sem sabor, sem amor, sem sonho.

No entanto, surpreendentemente, encontramos muitos “sem noção” entre as pessoas mais bem aquinhoadas pela vida e que tiveram a sorte de ter uma educação de maior qualidade que a maioria dos pobres mortais com os quais esbarramos diariamente, e, então, nos perguntamos, como pode?

Fazendo um paralelo com os dias que correm num país que chamamos de Brasil, nos dias de março de 2016, onde precisamente hoje é dia 17, perguntamos: Como pode pessoas que ontem sonegaram o duplo grau de jurisdição a petistas e aliados, quando do julgamento da ação penal 470, o famigerado e conhecido MENSALÃO do PT, direito garantido pela Constituição brasileira a quem não tem foro privilegiado, devido ao cargo que ocupa, saírem hoje às ruas a protestar que LULA, “se refugie” neste dito foro privilegiado para não ser caçado e humilhado por juízes de primeira instância, mais interessados em fustigá-lo, e prendê-lo, mesmo sem provas, para ver quem consegue mais graças da mídia mafiosa e bandida nacional pelos DESserviços prestados a esta elite putrefata e que só assim se garante na crista da onda?

O que mudou, se há bem pouco tempo estas mesmas pessoas se regozijavam quando recebiam o veredito dos juízes do STF, ao condenar pessoas ao arrepio das leis e da Justiça, impondo-lhes o encarceramento mesmo sem possuir provas para condená-los e porque “a literatura jurídica assim permitia”???

A que se presta o prêmio da GLOBO, o INNOVARE??? O que está por trás de uma empresa de mídia que resolve elaborar um prêmio destinado às iniciativas na área jurídica senão o estupro à independência do Judiciário brasileiro?

Podemos dizer, sem sombra de dúvidas, são absolutamente “sem noção” e tudo o que dizem e fazem não são de moto próprio e sim devido às cordinhas que estão sendo manipuladas por uma mídia criminosa que existe no Brasil.

Quem em sã consciência iria abdicar da possibilidade do duplo grau de jurisdição, sabendo que os processos no Brasil andam no compasso das lesmas e que, ao final, irão gozar de liberdade total, pois quando tais processos chegam ao fim, seus crimes já estarão prescritos? Afinal este não foi o destino do MENSALÃO DO PSDB, carinhosamente apelidado por nossa mídia como MENSALÃO MINEIRO para desviar o foco do partido querido desta mídia?

Todos os bandidos estão soltos!!! Onde está José Roberto Arruda??? Pego com a “boca na botija” embolsando dinheiro “vivo” numa gravação, numa filmagem??? Pasmem!!! Sentem-se para não cair e observem a notícia a seguir retirada do G1, da GLOBO.

Arruda

 

Inacreditavelmente o Sr. Arruda, está solto, livre, leve e faceiro. Como PROFESSOR, ninguém o incomoda. Você acredita que isto seria possível com José Dirceu? José Genoíno? Algum filho do LULA, pode trabalhar em paz? Ter empresas e lutar por sua própria vida? Não amigo(a), não pode, pois a estas pessoas a mídia persegue dia após dia e seu desejo é que morram secos e jamais tenham paz e sucesso na vida. É absolutamente imperdoável as pessoas que defendem o povo e confrontam uma sociedade projetada para dar os prazeres a apenas 1% da população.

A GLOBO escondeu um helicóptero recheado de cocaína, cerca de 450 kg de pasta base de cocaína. Então este helicóptero sumiu, ou melhor, nunca existiu. A qual político pertencia? Ele está preso? A quem o SENADOR dono do helicóptero era aliado e amigo? Quem pilotava o helicóptero? Onde foi apreendido? Em terras de quem? Estas informações não chegaram à maioria da população. Ninguém terá o direito de chegar às suas próprias conclusões a este respeito e em relação há muitas outras questões cruciais na vida de cada um de nós, simplesmente, porque um conluio entre empresas de comunicação resolve que o povo não pode ter acesso a “certas notícias”.

LULA continuará a ser “investigado”, só que agora pelo STF, aquele mesmo TRIBUNAL que condenou petistas, sem provas, em um tribunal de “exceção” sob forte pressão da mídia mafiosa brasileira.

Como é mesmo que as coisas funcionam? Ainda ontem se comemorava que o STF tenha condenado pessoas do PT que não tinham foro privilegiado, e portanto direito a serem julgado, primeiro, nas instâncias inferiores, e agora se reclama que o LULA tenha recorrido a ele?

Hoje o Supremo Tribunal do país não presta? Não serve mais? Para uma informação mais correta a bandidagem aqui no Brasil corre do Foro Privilegiado do STF para serem julgados nas instâncias inferiores, pois sabem que a demora do Judiciário brasileiro irá fazer prescrever seus crimes, e, ademais, a blindagem midiática, e a não exibição dos seus malfeitos nos noticiários irá fazer a opinião pública esquecer os acontecimentos, pelo simples fato de que o que a gente não vê não existe, assim pensam eles.

Então, deixa eu ver se entendi direito, deveria LULA se submeter a juízes de primeira instância, que, nitidamente, sem prova alguma, quer encarcerar ele, apenas por perseguição política???

Lula se junta à Dilma para reforçar o campo progressista e para defender um Governo que defende o povo brasileiro, inclusive em sua soberania, defendendo o uso de nossas riquezas pelo nosso povo.

O que os outros querem é exatamente a divisão do campo progressista, a destruição da Democracia através da deposição de uma presidenta eleita pela maioria de nosso povo, mesmo sob bombardeio midiático cerrado e com os milhões dos grandes capitalistas a financiar políticos lesa pátria.

Por que não divulgar o outro lado da moeda? O Ministério Público tem total liberdade hoje no país, não se submete a critérios políticos porque assim, este governo, perseguido por todos os lados, o faz, de forma absolutamente republicana.

Por que não se divulga, que este “JUIZ” que está a perseguir o LULA, cujo alvo da OPERAÇÃO LAVA JATO sempre foi ele, grampeou a presidenta da República do Brasil, de forma ilegal e afrontando a nossa Constituição, simplesmente para gerar um tumulto e uma desordem tais que justifiquem, inclusive, um GOLPE MILITAR??

GOLPISTAS NÃO PASSARÃO, IREMOS DEFENDER A NOSSA DEMOCRACIA E O ESTADO DE DIREITO.

Fábio Brito – Lages, SC.

Lula Já Foi Preso? – O Estado de Direito em Frangalhos no Brasil.

A prisão não são as grades e a liberdade não é a rua.

Existem homens presos na rua e livres na prisão.

É uma questão de consciência. Gandhi

Com carinho para o Juiz Moro,

preso a compromissos com poderosos grupos econômicos.

 

“Quem cala consente”, como uma poderosa lâmina a ameaçar nossas consciências, nos informa o ditado popular, mas, que mundo é este que nos faz calar diante de situações absurdas e inaceitáveis? Como podemos afrontar, a todo instante, situações de descalabro humanitários e buscar ter “uma vida normal” entre nossos semelhantes?

Não amigo, me desculpe, mas se você quer ter uma “vida normal”, neste mundo em que vivemos, alguma coisa está errada em você. Por mais que você acredite que seja possível, não o é, pois, seja em que direção você olhe irá se deparar com situações de injustiças. Seja em que país você viva, em que regime esteja submetido, no Comunista da China ou o da Coréia do Norte, ou o Capitalismo dos E.U.A. ou o do Brasil, se você convive bem com as situações em que se depara, algo está doente em sua alma. Desculpe-me ser eu a lhe informá-lo.

Há sete meses incompletos, escrevi meu último “post” em que nele relatava que na cidade de Itarantim, na Bahia, onde morei de 03/2014 a 11/2015, estava a procurar “um empresário honesto e não encontrava” e isto foi o bastante para que algumas “pessoas importantes do lugar”, que se identificavam com a descrição contida no texto e não daqueles que eu buscava, fosse “comentar”, em meu trabalho, de sua insatisfação com o que lera e, na sequência, ouvir a sugestão de minha colega de trabalho que não escrevesse mais, pois isto poderia “me trazer problemas, e que tomasse cuidado pois tinha família e filho”.

Não, quem não sabe o que é o PODER não pode saber o que se passa em nosso país e em nosso mundo. Quem nunca enfrentou as forças de pressão que emanam deste poder, não sabe do que falo.

Acolhido, desde novembro passado, na aprazível cidade de Lages, que tem um povo alegre e vibrante, que muito se parece com as pessoas na Bahia e me fazem sentir em casa, em pleno interior de Santa Catarina, a cerca de 2.000 Km de  Itarantim, retomo minha atividade de blogueiro, com a consciência de que, muito em breve, poderei ter o mesmo incômodo que tive na cidade de Itarantim, porque, afinal de contas, quem quer ter uma vida tranquila, quem quer viver em paz, faz como nos relata a cantora Elis Regina: “Fique em silêncio… Não conteste… não fale nada sobre as injustiças, não se exponha, não reaja e talvez você viva em paz, afinal, não está incomodando ninguém. Talvez apenas não consiga dormir por causa dos gritos que vêm de dentro da sua alma clamando por JUSTIÇA”.

Agora imagine, se um simples texto que não falava de ninguém em particular e relatava uma situação corriqueira no país, mais até do que a própria CORRUPÇÃO, a SONEGAÇÃO DE IMPOSTOS, me trouxe problemas, como podemos acreditar que existe alguma “imprensa livre” em nosso país? Se, mesmo trabalhando em uma empresa “pública” e sendo concursado, poderia ter incômodos em meu trabalho e passar por ameaças e pressões, por que não os demais blogs que hoje enfrentam ameaças de processos que os inviabiliza financeiramente devido à força do poder econômico?

A única e verdadeira “IMPRENSA LIVRE”, aqui e alhures, é a imprensa que se perfila ao lado das elites, do status quo, que sustenta as iniquidades e injustiças, que alimenta o poder dos insensatos e sufoca a alma dos justos.

Não era à toa que esta imprensa vil e abjeta, sustentava e sustenta gente como o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, cujo governo protagonizou escândalos como o COMPRA DA REELEIÇÃO, SIVAM, PROER, PRIVATIZAÇÕES, BANCO MARKA E FONTE CINDAM e inúmeros outros, todos aboletados e sem investigação adequada por uma imprensa irresponsável e que só defende os interesses de seus proprietários, Globo à frente.

A lição que temos que aprender agora é que se não pusermos fim a este formato em que se encontra o sistema de comunicações do Brasil, jamais teremos democracia alguma, pois alguns terão o poder de achacar, enxovalhar reputações, com alegações mais estapafúrdias e absolutamente sem provas, ou mesmo indícios, e, mais sério que tudo, de pressionar juízes para que julguem de acordo com suas conveniências e interesses.

Não podemos aceitar que em nosso país o PODER JUDICIÁRIO seja um ANEXO DA MÍDIA, obedecendo e atuando de acordo com a pauta do dia, determinada pelos proprietários dos veículos existentes.

Não precisamos derramar sangue como nas revoluções tradicionais, basta que não nos calemos e nos coloquemos, de forma clara, ao lado das aspirações de nosso povo, da Justiça, da verdade, que são forças que ninguém consegue deter.

Não podemos aceitar um mundo onde os 1% de sua população valham mais que todos os demais. Não podemos aceitar um mundo onde somente estas pessoas detenham o poder de informar, alterando a verdade e pintando o Demônio como se Deus fosse.

Lula cometeu um erro lamentável, se calou quando companheiros seus eram presos em tribunais “de exceção”, sem provas, em pleno ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO. José Dirceu, José Genoíno e todos os demais, assim foram presos e nos calamos. Sejam eles culpados ou não, como podemos tolerar que, quem quer que seja, possa ser encarcerado desta forma? Basta a imprensa gritar “CORRUPTO” e enviamos ao calabouço? Queimamos na fogueira?

A respeito deste assunto escrevi num texto de outro blog: ACM NETO, em um debate com José Pellegrino, para a prefeitura de Salvador, aproveitando o bombardeio midiático acerca do assunto do Mensalão, pergunta para o Pelegrino se ele continuaria defendendo seus companheiros de partido após estes terem sido condenados pelo STF por formação de quadrilha e corrupção ativa.

Ao ser confrontado pelo seu oponente sobre o escândalo do Mensalão do DEMO, com o governador Arruda, comprovadamente pego em filmagens escabrosas, informou que seu partido o expulsou no primeiro momento.

Não é bem verdade. O fato é que integrantes de uma família sabem muito bem o que tem em seu sangue, em seu DNA, e não poderiam deixar seu partido ser exposto diariamente com provas tão absolutamente claras e contundentes. Mas não foi no primeiro momento como ele informou, pois este foi gasto tentando acalmar os ânimos do colega para que ele não jogasse a m… no ventilador, e, após combinarem pelo silêncio deste, e a sua resignação, vai saber de que forma obtida, então, e só então, o expulsou.

Mas, diante da falta de resposta do Pelegrino a se ele continuaria a defender os companheiros agora condenados, me permito a responder:

– Não se abandona um amigo ferido à beira da estrada.

Lugar de corrupto é na cadeia, porque eles são os responsáveis por haver tanta miséria e injustiça no mundo.

No entanto, saltam aos olhos que a condição para existir um corrupto é que sua vida pessoal, financeira e patrimonial esteja muito além daquilo que suas posses oficiais lhe permitiriam manter.

Este fato não existe no caso em questão, pois o José Genoino, Delúbio Soares e José Dirceu não vivem além de suas posses, nem aumentaram o patrimônio como seria de se esperar de pessoas qualificadas como de alta periculosidade, como quer fazer parecer o STF.

Aos meus companheiros dedico a presunção de inocência que você não poderia, jamais, dedicar aos seus, por conhecê-los e saber como agem, que, por fim, é a mesma forma que seu avô e sua família usaram para amealhar o patrimônio e poder que detém hoje.

Por fim acredito que, em seu devido tempo, que certamente não será tão rápido quanto o STF fez correr este julgamento para poder ajudar a vocês do DEMO e do PSDB nestas eleições, a responsabilidade de cada um será aferida, e, certamente, o nosso povo vai entender um pouco mais da história de nosso país e perceber que, os que estiveram ao lado dos que prenderam e torturaram a mulher que hoje é a presidente de todos os brasileiros e brasileiras e que por eles é querida (nota: a aprovação de Dilma estava próxima dos 70%), continuam a ser exatamente aqueles que sempre viraram as costas para todas as suas aspirações de cidadãos.

Alguns avaliam que se o LULA se voltasse contra o império Globo e demais veículos de desinformação brasileiros, no início de seu primeiro governo, não duraria seis meses, é verdade, temos que concordar, embora não saibamos como se dariam as coisas de verdade. No entanto, cada um de nós, a partir deste instante, não pode dizer que não sabe do futuro por não ter uma “bola de cristal”.

A prova incontestável do absurdo poder desta imprensa irresponsável e mafiosa que “manda” no Brasil, mesmo que seu povo não mais a siga e não eleja os ungidos e promovidos por esta, é a diferença brutal do tratamento dado a Eduardo Cunha, por exemplo, e Delcídio Amaral.

Um foi preso flagrado por declarações imbecis ao telefone e outro, mesmo com fartas provas contra ele, está a comandar a “casa do povo” nitidamente usando o cargo para dificultar processos contra si mesmo e comandando o “impedimento” de uma presidenta eleita democraticamente pela maioria do povo brasileiro e contra qual não existe denúncia de crime de responsabilidade algum, que poderia retirá-la do cargo para o qual foi eleita.

Desnecessário dizer aqui que esta imprensa bandida e vergonhosa que temos, não só omitiu de todo o povo brasileiro quem é o bandido que comanda a casa legislativa da Câmara Federal, como o promoveu, exatamente para que pudesse criar toda a sorte de dificuldades, que está criando desde quando foi eleito para comandar a Câmara dos deputados no segundo período de governo de Dilma Vana Roussef, no intuito de derrubar a esquerda do comando de nosso país e colocar no poder aquelas pessoas servis ao capital internacional e destruir, de uma vez por todas, as nossas possibilidades de sermos um país viável. A Petrobrás destruída, ótimo, pensam os sabujos da grana suja.

Quem não se lembra de Severino Cavalcanti? É a mesma história que nos é repetida como farsa, é um “deja vú”, um filme desbotado e estragado que assistimos estarrecidos, sem acreditar no que vemos, agora em versão piorada.

Como sair desta rinha de galo em que “nos meteram”, onde, para delírio dos que movem as cordas dos FANTOCHES, seres pensantes e racionais se arremetem contra aqueles que ousam defender Dilma e seu governo, Lula e/ou o PT? Desmond Tutu, prêmio Nobel da paz, dizia, “Se você é neutro em situações de injustiça, você escolhe o lado do opressor”, iremos ficar neutros? Iremos nos calar?

Eles zombam do povo e riem da carnificina que está prestes a ocorrer. Como abutres, esperam o resultado da refrega para se aproveitarem dos despojos e entregarem, de bandeja, as nossas riquezas para empresas estrangeiras. Não passam de serviçais do poder, submissos a ele, no entanto, podem nos colocar de joelhos se nada fizermos, se nos calarmos, se não agirmos.

Em que pese todos os erros que pode ter cometido o LULA, pelo simbolismo que encarna, de defesa do povo brasileiro, de democracia, de luta pelas injustiças, de um mundo para todos e não apenas o 1% abastado e opulento, pelo ideal de soberania e autodeterminação do Brasil e dos demais povos, tenho que dizer, em alto e bom som, mesmo que o Lula não me conheça e este não seja meu amigo, MEXEU COM LULA, MEXEU COMIGO.

O PT, em muitas questões, traiu, de fato, o povo brasileiro, como na questão da reforma agrária, por exemplo. Um país sério, que se quer pujante e com seu povo com alta estima elevada e soberano, jamais poderá existir com um sistema agrário como o do brasileiro.

O PT não enfrentou a reforma das leis e sistema de comunicações brasileiro, pelo contrário, reforçou este sistema nada democrático e colocou dinheiro público para alimentar o CÉRBERUS na esperança que este se acalmasse e pudesse implementar as políticas que acreditavam poder melhorar nosso país e as condições de nosso povo.

Seria normal e aceitável um mundo em que pessoas como Eduardo Cunha estão soltos, com todas as provas que existem contra ele, sabendo cada um de nós o que é representa e José Genoíno e José Dirceu estejam presos e condenados sem provas porque a “literatura jurídica” assim permite?

Seria normal e aceitável um mundo em que Lula esteja preso e FHC, O PUSILÂNIME, que deixou nosso povo morrer de fome, sem perspectivas, sem emprego, ao mesmo tempo em que comprava votos para se reeleger com apoio dos bandidos corporativos, judiciários e midiáticos, fique solto?

Mesmo que não tivesse um apartamento em Paris de milhões de reais, que seu salário de professor aposentado e de ex presidente, certamente não compraria, isto sem falar na sua fazenda Buritis, apartamento que deu para o filho, milhões arrecadados pelo IFHC mesmo com ele ainda presidente passando o chapéu a empresários no próprio Palácio do Alvorada, bebendo vinhos da adega do Palácio???

Como sustentou sua amante no exterior? De que forma se deu o empréstimo do BNDES para a GLOBO?

A política não é a arte de quem quer falar o que deseja sem embasamento em algo concreto, na realidade. A política é, no fim das contas, a nossa própria vida conquanto ela define como vivemos, uma mostra disto é como se desenvolveram os governos de FHC, LULA e DILMA. Não podemos ficar calados temos que escolher nosso lado, nos posicionar e lutar por aquilo que queremos para o nosso país e para o nosso mundo.

 

Fábio Brito – Lages- SC

A INVISIBILIDADE DE UM EX PRESIDENTE AMARGURADO. A MÍDIA MOSTRA, MAS O POVO NÃO VÊ.

“Prefiro ser uma gota de amor ao invés de um mar de amargura.”

Madre Teresa de Calcutá.

 

“Caro” ex presidente amargurado, inicio esta carta com a palavra “caro”, porque tenho memória, e me recordo, perfeitamente, de como foi o período em que você esteve à frente do governo de meu país, em que sua imagem fulgurava nos televisores, jornais e revistas, devido ao desmesurado suporte que a mídia venal lhe concedia. Tristes foram os momentos e, desta forma, não poderia me referir, à sua pessoa, como a alguém a quem reservo desvelo. Sinto muito.

Lembro-me, também, o quão prestativos lhe foram (esta mídia), ao disseminar a singela invencionice acerca da paternidade do Plano Real. Quando via sua figura patética na tela a sorrir, deslumbrado com a evidência angariada com sua assunção ao poder maior de nossa nação, não conseguia conter meus pensamentos, que me remetiam à imagem de suínos se refestelando numa pocilga.

Fico a me perguntar a que se deve a reverberação atual de suas reflexões, uma vez que, se não estou equivocado, seu DESgoverno foi o que propiciou a empresas estrangeiras, a aquisição de estatais nacionais, patrimônio construído com o trabalho árduo de milhões de patrícios, com moedas podres e, como se não bastasse, viabilizou, a estas mesmas empresas, empréstimos, advindos das economias do depauperado povo brasileiro.

Como não recordar da miséria e da fome que açambarcava o povo Nordestino? Povo este relegado á própria sorte, por seu líder maior, você, e tragado por um turbilhão de perturbações, originadas da incompetência e do desdém, acerca de suas aflições e anseios. Pessoas com sonhos destroçados, pela subserviência devotada pelos seus líderes a alienígenas sanguessugas. Feliz estava a Globo, ao usar esta população nas “reportagens” dramáticas que relatavam nossa dor e obtendo prêmios com as mesmas.

Uma miríade de escândalos, todos cuidadosamente acobertados pelo quarto poder, aliados incondicionais da desfaçatez com o trato da coisa pública, que seu governo aboletava. Atravessávamos, então, um indelével e implacável inverno no Brasil. As nuvens encobriam todo o Sol. A escuridão sufocava nossa alma.

A afronta aos direitos elementares do povo, observada no tratamento dispensado à coletividade, como os observados nas greves dos petroleiros e ao MST, maculava a esperança intrínseca a cada brasileiro. Soçobrávamos na curva do rio, atônitos.

Deverias estar encarcerado a sete chaves, porém, como não estás, regozijo-me ao imaginar-lhe defronte ao espelho, observando a imagem de um indivíduo transtornado com o reflexo diante de si, uma “nulidade exponencial”, um lacaio vil, traidor, não só de seu povo, mas de sua própria “biografia”. Um indivíduo que podia ter sido, mas não foi.

Causa-me repugnância, recordar de todos os seus “feitos”. Peço a Deus que não me permita fazê-lo, que me retire este poder, que me abençoe com o esquecimento, este mesmo sentimento que meu povo lhe dispensa, ao ter tido a felicidade de viver sob os governos do PT, a que vocês, hoje, se dedicam a enodoar com as maledicências arremessadas contra seus líderes, LULA e DILMA.

A amargura lhe transformou em uma sombra do que um dia pudera ter se transformado. Hoje, és apenas um insensato a sonhar com a quebra do Estado de Direito, com a aniquilação de nossa Democracia, ilusão pueril que lhe resta, em um retorno triunfal, que nunca chegará, para “salvar-nos” de nossas alegrias recém conquistadas.

A dúvida se apodera de mim, qual teria sido a marca maior do seu (DES)governo? Arriscando-me a contrariar legiões de conterrâneos, considero que foi a pusilanimidade com que representou o nosso Brasil lá fora. Recordo-me de um vídeo surreal, em que você, acreditando-se garboso, mostrou todo seu lado néscio, quando numa reunião, se não me engano na Itália, ruminou, diante de outros líderes mundiais, todos os seus mal feitos, executados de acordo com os ditames dos poderosos a quem você se subordinava. Que cena deplorável!

Nunca acreditei que pudesse me sentir tão enxovalhado com a estultice de alguém. Pergunto-me, como tal espectro pode, um dia, projetar uma imagem de “grande sabedoria” quando o seu cerne apresenta-se tão torpe? Incompreensível me parece.

Entendo, hoje, mais que nunca, porque você se tornou uma figura tão triste, uma sombra débil, mesmo que projetada em noite de lua cheia.

Por fim, recordo-me da XVII Cimeira Ibero-Americana, ocorrida em 2007, no Chile, quando uma daquelas pessoas a quem você admira, revelou a sua arrogância e prepotência, mandando o Presidente venezuelano, Hugo Chàvez, se calar. “Solamente otra persona digna de olvidar”.

Diversamente aos motivos do rei, e para preservá-lo, peço, cala-te….(??????).

Cala-te, cala-te, cala-te…

Quem é você mesmo???

Esqueci.

P.S.: Fiz esta carta a uma pessoa a quem não me recordo mais quem é, quem souber de quem se trata, por favor, me ajude. Grato.

Fábio Brito – Bahia.

O FUTURO INCERTO DO BRASIL. ENTRE O GOLPE JURÍDICO-MIDIÁTICO-PARLAMENTAR, ESPERADO, E A GUERRA CIVIL, POSSÍVEL.

“Quando me desespero, e me angustio, eu me lembro que durante toda a história o caminho da verdade e do amor sempre ganharam. Tem existido tiranos e assassinos e por um tempo eles parecem invencíveis, mas no final, eles sempre caem – pense nisso, SEMPRE.”
―Mahatma Gandhi

Vivemos dias difíceis. Vemos pessoas saírem às ruas para pedir a volta dos militares, da ditadura, pedindo o impeachment ou a simples deposição de uma presidenta, recém-eleita pelo voto popular. Como chegamos a isto? O que está acontecendo a nosso país?

Acredito que precisamos retornar um pouco no tempo para que possamos entender melhor ao que acontece agora, que, de certa forma, é um clima que perdura desde as chamadas jornadas de junho, em 2013.

Há algum tempo, na primeira eleição de Lula, em 2002, um fato me chamou bastante a atenção, já naquela época. Em sua posse, diante do povo, no parlatório em frente ao Palácio do Planalto, Lula pediu aos movimentos sociais, aos sindicatos e ao povo brasileiro, que mantivesse a calma, que tivesse paciência, que aguardasse, pois seu governo iria, em breve, mostrar a que veio, através de medidas que resgatariam os brasileiros das décadas de descaso e abandono, a que foram relegados por quase todos os governos anteriores.

Ali estava a semente do problema político que vemos hoje, e tive a oportunidade de dizer, a diversos petistas, que no momento em que um governante é eleito, tendo a confiança da maioria da população e, sabendo ela, que este governo não iria enviar as tropas para cima de si, deveriam sair às ruas, para dizer o que espera de seu país e de seus governantes.

Depois de décadas tendo seus anseios sendo represados por governos hostis a ela, não se poderia pedir ao povo, aos movimentos sociais e sindicatos, que esperasse mais, não se poderia pedir para se autorrepresar ainda mais.

Ao pedir isto, Lula se colocaria nas mãos dos “300 picaretas do congresso”, sobre o qual, anos atrás, havia falado que existia. Ao pedir isto, a força do poder econômico iria dificultar, ainda mais, uma mudança nas feições do país, de forma mais profunda, arraigada e de caráter permanente.

Lula, reconhecidamente um grande político, e hábil negociador, acreditava em seu potencial de poder reunir pessoas insensatas e acostumadas ao uso do poder, da chantagem e, inclusive das armas, e buscar o equilíbrio, que nunca demonstraram ter na condução do Brasil, e convencê-las de que o povo, agora, iria sentar-se à mesa com eles, e comer do bolo em condições de igualdade, não aceitando mais as migalhas que sobravam.

Lula acreditava ser capaz de fazer a elite do país, reconhecer e aceitar, pacificamente, através da negociação, que o comando do país, a partir da sua eleição, inexoravelmente, passava a incorporar um outro ator, o povo, ali representado na figura dele, um ex torneiro mecânico, vindo de classe pobre e possuindo recursos educacionais deficientes.

A rua é do povo, e é o canal de comunicação dele com seus governantes. Mas, e quando o povo não ocupa o espaço das ruas, o que acontece? Em muitas ocasiões quem a ocupa são os soldados e os tanques, que então passam a massacrar este mesmo povo, como aconteceu em 1964, depois que multidões ocuparam as ruas e a mídia os inflava, clamando pelo golpe, para barrar as mudanças que se pretendiam para o país. Alguma semelhança com o que ocorre hoje?

Assim, dessa forma, podemos entender os movimentos que ocorreram nas chamadas ”jornadas de junho” em 2013. A mídia, a oposição e membros importantes do Judiciário, já haviam iniciado conversações há bastante tempo atrás, logo nas primeiras horas das denúncias do chamado “mensalão do PT”.

Os EUA, por trás das conversações, e orientando os participantes do complô político, que visava à retirada da esquerda do comando do Brasil, tentavam acalmar os ânimos e segurar a sofreguidão dos golpistas nacionais. É de se observar, que os títeres verde-amarelos, com o apoio dos EUA, não temessem nada, e não se preocupassem com a forma, nem o método a ser empregado, mas os EUA sabiam que não teriam, no Brasil, uma segunda Honduras. Não queriam se arriscar. Ainda que, considerando a gigantesca despolitização da população brasileira, sabiam que os fatos de 1964 não se repetiriam, era preciso prudência, aguardar o momento certo.

Quando a mídia brasileira, GLOBO aí incluída, tentou desqualificar as manifestações iniciais em 2013, logo lhes chamaram a atenção de que era a ocasião de que todos ansiavam, era preciso dar apoio total aos jovens que se lançavam às ruas, dar a estas manifestações um ar de “FORA COLLOR”, de luta contra a corrupção, de defesa da democracia.

Alguns grupos financiados com dinheiro proveniente dos EUA e outras pessoas preparadas para inflar movimentos como esses, dariam a impressão, superdimensionada pela mídia corrupta e mafiosa brasileira, de que o povo estaria contra o Governo Federal, muito embora os fatos ocorressem nos Estados, e com pauta difusa (confusa) e mais relacionadas a problemas estaduais. Não se poderia perder a oportunidade de desgastar a imagem de DILMA e do Governo Federal.

Os EUA estão numa brutal ofensiva midiática e militar, não só na América Latina, isto está acontecendo em todo GLOBO, basta ver o que acontece hoje na Ucrânia e Síria.

Só para lembrar: Os EUA não dão ponto sem nó, a primeira coisa que fazem é disseminar mentiras e causar a cisão entre aqueles que lhes oferecem alguma oposição, é aquela velha história, DIVIDIR PARA GOVERNAR.

O impressionante (talvez nem tanto) é, que esta oposição irresponsável “ao” Brasil, está fazendo, exatamente, o jogo deles.

Quando um império cai, o barulho é ensurdecedor. Preparem seus ouvidos, porque o barulho não será nos EUA, não tão cedo, o incômodo sonoro, primeiro, se escutará em suas colônias e ex-colônias (Argentina, Venezuela e Brasil, por exemplo).

Não podemos nos esquecer, que o Brasil é peça chave no tabuleiro geopolítico mundial. Não só devido ao tamanho de sua economia e da influência que exerce nos países latinos, mas, também, por ter angariado uma respeitabilidade imensa, desde o primeiro mandato de Lula em 2002.

De lá para cá, nosso país se inseriu no mundo como um “player” de importância ímpar, e tem sido um dos responsáveis pela busca de um mundo multipolar, através de criação de mecanismos e órgãos que façam frente aos já existentes e controlados por Washington e seus aliados. O banco dos BRIC’s é um exemplo.

Desta forma, não se poderia mais desprezar o Brasil nem permitir que ele se desenvolva, sem os grilhões que sempre o prenderam à esfera de influência dos EUA. Não se poderia admitir uma nova CHINA no “quintal” dos Estados Unidos. Torna-se, então, absolutamente “imperial”, que a América continue a ser dos Americanos. É preciso retirar o Brasil do jogo, neutralizá-lo.

Chegamos, então, aos dias atuais, onde, por não ter buscado o enfrentamento, e não ter forçado a implementação das políticas necessárias ao nosso país, e ao seu povo, como a reforma agrária e a democratização da mídia, entre outras, o GOLPE é defendido à luz do dia, sem que ninguém seja incomodado quanto a isto. Delegados praticam tiro ao alvo com a “foto” da Presidenta da República e todos acham “normal”.

O povo, que lá atrás deixou as ruas vazias, a pedido de seu líder maior, observa seu lugar ser ocupado por uma elite branca irresponsável, inflada por uma oposição lesa-pátria, subserviente a interesses alienígenas. O caldo de cultura para o GOLPE, está quase em temperatura máxima, quase no ponto apropriado.

A operação LAVA JATO está próximo do seu ápice. O Estado de Direito, no chão. A justiça, dominada, silenciada, controlada. Senado e Câmara Federais, absolutamente sob controle. O momento se aproxima.

Daí que todos são pegos, com perplexidade, com atitudes como a da REDE GLOBO, que passa a fazer editoriais em defesa do Estado de Direito e contra o golpismo. E aqui, o Diário do Centro do Mundo, O Cafezinho e o Tijolaço, parecem ter saído na dianteira e mostraram análises mais sensatas a respeito, TUDO NÃO PASSA DE DIVERSIONISMO, conversa pra boi dormir.

É necessário que a mídia mostre neste momento, que o GOLPE já tem moto-próprio, que já ganhou força,  uma imagem de neutralidade, tudo em nome dos negócios, afinal, está fresco na memória de seus proprietários, as imagens de seus repórteres sendo escorraçados das manifestações de junho de 2013.

O GOLPE não foi descartado, é um equivoco pensar assim. A inflexão da mídia (não apenas a globo), neste sentido, mostra, somente, que eles acreditam que o escript já está traçado, e as falas de cada um, do Judiciário, do Parlamento e da OPOSIÇÃO AO BRASIL, estão devidamente decoradas e bem ensaiadas. Cada um já sabe o que fazer e na hora que deve fazer.

O ensaio já foi feito e saiu perfeito, promessa de sucesso. É por isto que a mídia agora, irá aparentar sensatez e diminuir os ataques escandalosos contra o PT e, aqui e ali, dará abertura a críticas aos OPOSITORES DO BRASIL, de forma tímida, mas dará, e, junto a isto, mais espaço ao PT. Só sendo muito trouxa para não entender o jogo preparado.

Tudo acertado, todos combinados, resta agora colocar a peça principal em cena: GOLPE JURÍDICO-MIDIÁTICO-PARLAMENTAR.

A mídia sai de boazinha, e o golpe, transcorre como um acontecimento normal em uma democracia. É preciso dar ares de veracidade ao mesmo. É preciso que o mais ferrenho defensor de DILMA, e de LULA, fique desacreditado para defendê-los, após o JULGAMENTO FINAL. Que, no mínimo, levará Lula para a prisão, e, quem sabe, a Dilma também.

Não nos é dado saber, neste momento, qual a aposta que se faz, no entanto, estas são as duas, possíveis, opções preparadas:
1. Destruir a única pessoa com imagem e capacidade de concorrer em 2018, com chances reais de vitória, no campo popular de esquerda, Lula, e, levando juntamente a ele, a própria presidenta Dilma, ou;
2. Prender apenas Lula, e amarrar o Governo Federal, com os já controlados, Senado, Câmara e Judiciário, infligindo derrotas mortais para as pretensões da esquerda em 2018. Dessa forma, sem força para uma reação da presidenta, esta teria que colocar em prática a agenda neoliberal derrotada de Aécio Neves, para, assim, quando ganharem a eleição em 2018, ao encontrar a terra arrasada deixada pelo PT, saírem como salvadores da pátria.

O enredo está posto. Para a opinião mundial será, apenas, a cassação de mais um político de uma republiqueta de bananas qualquer, que se lambuzou com o dinheiro de seu povo.

Como podemos nos inserir contra o que já está decidido pela elite criminosa do Brasil, aliada ao que tem de pior dos EUA??? Como seria possível barrar os próximos capítulos de uma novela preparada com carinho pela nata do poder mundial e os sabujos do poder nacionais, GLOBO à frente???

Esta resposta está, agora, nas mãos de uns poucos líderes da esquerda nacional, em que ainda observamos correr sangue nas veias, porque não nos parece plausível, que os membros da cúpula petista, que não passam de “CUCARACHAS”, venham, no adiantar da hora que se esgota, e, ao se aproximar do CADAFALSO ou da GUILHOTINA, OFERECER O PESCOÇO COMO PRÊMIO A SEUS ALGOZES.

Corremos o risco de sermos deixados sozinhos, e à deriva, pelos ratos que abandonam o barco.

Nossa esperança é que, como Mahatma Gandhy um dia, nos chamou a atenção: por mais poderosos e invencíveis, que os tiranos e assassinos pareçam ser, eles, um dia, caem, e o amor e a verdade, triunfarão.

Que Deus nos proteja!!! Oremos!!!

Fábio Brito, Bahia.